Edição anterior (1749):
domingo, 25 de agosto de 2019
Ed. 1749:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1749): domingo, 25 de agosto de 2019

Ed.1749:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

 

 

Petrópolis realiza políticas públicas para juventude

Com quase 70 mil jovens, segundo IBGE, cidade tem promovido campanhas de capacitação e empreendedorismo

 

Wellington Daniel

Segundo o último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – referente a 2010 - Petrópolis tem 69.895 jovens. Focada em melhorar a qualidade de vida do público-alvo petropolitano (jovens entre 15 a 29 anos), a Coordenadoria da Juventude investe em ações educacionais e de capacitação profissional.

- Acreditamos que a partir disso, os jovens terão oportunidade de introdução ao mercado de trabalho, que foi uma demanda muito grande que percebemos. Também realizamos diálogo com a sociedade civil – afirmou Wesley Barreto, coordenador da pasta.

Wesley também afirma que, apesar do trabalho abrangente, que busca atender a todos os jovens do município, a coordenadoria tem focado naqueles que estão em situação de risco social. Além dos pilares da gestão, ainda estão sendo debatidas com os mesmos as questões relacionadas à saúde.

- Nós priorizamos muito a juventude das nossas comunidades, a qual carece de política pública e geração de trabalho e renda. Então, exercemos ações voltadas ao empreendedorismo e a capacitação profissional. Para isso, realizamos parcerias com empresas privadas e com o Centro de Referência da Juventude (CRJ), do Alto da Serra. Também abrangemos pautas de saúde pública, como palestras e cursos de prevenção a drogas, as DSTs e também a gravidez precoce e saúde das mulheres jovens – explicou.

Além destas ações, o público-alvo da coordenadoria também pode contar com o ID Jovem, que é uma iniciativa do Governo Federal. O programa oferece descontos e isenções em diversos programas. Para isso, é necessário ter entre 15 e 29 anos, renda familiar de até dois salários mínimos e estar cadastrado no Cad Único.

- Lançamos esse programa no início da nossa gestão, em maio de 2017. Todo jovem que atende as normas da iniciativa tem acesso ao aplicativo que garante ao mesmo diversos benefícios. Quem não tem aplicativo, pode entrar no site e imprimir sua identidade jovem. O programa garante acesso a cultura, esporte, lazer, transporte público e educação.– afirmou Wesley.

Entretenimento

Questionado sobre entretenimento para jovens na cidade e a respeito da polêmica de fechamento de bares até 0h, Wesley explicou que é a favor do acesso ao lazer por parte dos jovens. Porém, afirmou ser necessário que os órgãos de segurança debatam a questão quando a mesma venha a oferecer riscos a população.

- Como Coordenadoria de Juventude, apoiamos todo o tipo de entretenimento e lazer para a juventude da cidade. É um direito que está estabelecido por lei. E os demais casos que venham a intervir no lazer dos jovens, precisam ser debatidos pelos órgãos de segurança pública que são os especialistas neste tema. Então, nós também apoiamos que o Conselho de Segurança e os órgãos responsáveis estejam assegurando a liberdade da sociedade usufruir do seu lazer – explicou.

Saúde

A saúde mental ganhou destaque na Semana Municipal da Juventude, que aconteceu entre os dias 10 e 17 de agosto. A preocupação, segundo o coordenador, é com os crescentes casos de problemas relacionados ao tema. Além disso, também são pensadas questões sobre doenças sexualmente transmissíveis, gravidez precoce e a mistura entre álcool e direção.

- Realizamos uma grande ação sobre saúde mental para os nossos jovens na ocasião. Hoje, infelizmente o número indivíduos que tem sofrido com a depressão, que pode vir a causar automutilação e suicídio é muito grande. Então, devido a isso, temos realizado políticas públicas de prevenção ao bullying, depressão, suicídio e automutilação para ajudar a saúde mental do jovem – afirmou.

Parcerias

Wesley Barreto também afirma que as parcerias desenvolvidas nesta gestão estão sendo importantes para o trabalho da Coordenadoria. Segundo ele, há diálogos com setores municipais, estaduais e federais

- Temos também apoio do Caps Ad (Centro  de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas) e com o nosso prefeito, que nos deu esta oportunidade de estar à frente da Coordenadoria. Nosso trabalho também é muito transversal, já que ainda realizamos parceria com as secretarias do município. Hoje, a coordenadoria tem um diálogo muito próximo com a Secretaria Nacional da Juventude, do Governo Federal, que é o órgão responsável pelas políticas públicas no país e também com o governo do estado, através da Superintendência da Juventude. E ainda, a parceria com a sociedade civil e a iniciativa privada – concluiu.

 


Edição anterior (1749):
domingo, 25 de agosto de 2019
Ed. 1749:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1749): domingo, 25 de agosto de 2019

Ed.1749:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior