Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:


  Pesquisa
Petropolitano gasta R$ 170,31 para comprar 15 produtos de cesta básica

Pesquisa do Diário também aponta para alta no preço de, pelo menos, cinco produtos

Wellington Daniel

Consumidores de Petrópolis precisam, em média, de R$ 170,31 para comprar 15 produtos de cesta básica. É o que aponta a pesquisa realizada pelo Diário na tarde de ontem (25), em sites e aplicativos de três supermercados da cidade. O levantamento aponta ainda para alta de preços de, pelo menos, cinco produtos em menos de dois meses.

 

Quando o Diário realizou a primeira pesquisa de preços online, no dia 6 de maio, o consumidor comprava os mesmos 15 produtos por uma média de R$ 163,21. Ou seja, em um mês, o consumidor precisa de 4,3% a mais do valor para realizar suas compras do mês.

O feijão preto foi um dos produtos que puxaram a alta neste período. Na média de preços entre os três supermercados pesquisados, o produto subiu 15,2%. Foi de R$ 6,71 para R$ 7,73. Em um dos estabelecimentos, o grão chegou a saltar de R$ 6,49 para R$ 7,59.

A farinha de trigo sem fermento vem logo atrás, com alta de 10,1% na média, de R$ 5,03 para R$ 5,54. Em um dos supermercados, foi de R$ 4,30 para R$ 5,65. Em números percentuais, a alta foi de 31,4%.

Os outros produtos que registraram alta na média durante o período foram: arroz (3,3%), farinha de mandioca (2,2%) e açúcar (4,5%). 

Comparar preços pode gerar economia 

A pesquisa também mostra que comparar os preços entre os estabelecimentos pode gerar economia de até 20%. É o caso da farinha de trigo sem fermento. No supermercado mais barato, ela é encontrada a R$ 4,99 contra R$ 5,99 do mais caro.

O arroz branco também registrou uma variação considerável entre os estabelecimentos, de 13,20%. O saco de cinco quilos estava sendo vendido ontem, em seu melhor preço, a R$ 22,95. Já o mais caro, vendia a R$ 25,99. 

Fiscalização 

Neste período de pandemia, o Procon Petrópolis informou que já fiscalizou 40 unidades de 12 redes de mercados e supermercados. Destes, sete redes foram autuadas. O órgão conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico para análise. Os estabelecimentos devem apresentar notas de entrada e saída de produtos de cesta básica, hortifruti e álcool em gel do início da pandemia e do período de até 45 dias antes.

De acordo com o órgão, é feita então a análise da cobrança do markup (lucro sobre a compra e revenda de produtos). Com isso, é verificado se as empresas cobram aumentos injustificados, o que caracteriza abuso contra o consumidor.

As redes autuadas, segundo o Procon, não apresentaram notas de compra e venda dos produtos como foram solicitadas. Algumas delas estão em análise de defesa.

- Os consumidores que perceberem preços elevados devem procurar o Procon pelos canais de atendimento no telefone (24) 2246-8477 ou através do WhatsApp (apenas mensagem de texto e fotos) (24) 98857-5837. É fundamental que, ao fazer a denúncia, apresente um registro. Seja ele uma foto indicando o preço cobrado pelo estabelecimento ou ainda uma nota fiscal de compra – orienta a nota. 

Inflação 

Nacionalmente, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio aponta para alta dos preços de alimentos. Enquanto o Índice Geral registrou deflação de -0,38%, puxada principalmente por transportes (-1,9%), a alimentação teve inflação de 0,24%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Dos nove grupos que o Instituto mede a inflação, a alimentação é a segunda com maior alta, atrás apenas de artigos de residência (0,58%) e empatada com comunicação.

A pesquisa do Diário foi realizada nos sites e aplicativos dos supermercados Multimix, Bramil e Armazém do Grão na tarde desta quinta-feira. Quanto aos cortes de carnes, o preço no Multimix refere-se a peça ou pedaço. Já no Armazém do Grão, corresponde a peça do contra-filé e ao pedaço do acém.

Produtos 25/06

Multimix

Bramil

Armazém do Grão

Média

Arroz Branco Tio João 5kg

R$ 25,99

R$ 24,30

R$ 22,95

R$ 24,41

Feijão Preto Combrasil 1kg

-

R$ 7,88

R$ 7,59

R$ 7,73

Macarrão espaguete 8 Santa Amália 1kg

-

R$ 4,65

-

R$ 4,65

Farinha de mandioca Granfino 1kg

R$ 5,29

R$ 4,99

R$ 4,79

R$ 5,02

Sal refinado Ita 1kg

R$ 1,99

-

-

R$ 1,99

Oleo de soja Liza 900mL

R$ 4,49

R$ 4,75

R$ 4,49

R$ 4,58

Farinha de trigo s/ fermento Dona Benta 1kg

R$ 5,99

R$ 5,65

R$ 4,99

R$ 5,54

Leite Macuco 1L integral

R$ 4,29

-

R$ 3,99

R$ 4,14

Açúcar União 1kg

R$ 3,09

R$ 2,99

R$ 2,99

R$ 3,02

Café Pilão 250g tradicional

R$ 5,29

R$ 4,99

-

R$ 5,14

Café Pilão 500g tradicional

R$ 9,99

R$ 9,99

-

R$ 9,99

Fubá degerminado Granfino 1kg

R$ 3,29

R$ 3,25

R$ 2,99

R$ 3,18

Contra-filé kg

R$ 34,99

-

R$ 38,90

R$ 36,94

Acém kg

R$ 24,99

-

R$ 20,99

R$ 22,99

Alcatra kg

R$ 30,99

-

-

R$ 30,99



Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior