Edição anterior (2166):
quinta-feira, 15 de outubro de 2020
Ed. 2166:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2166): quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Ed.2166:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Plataforma virtual é criada para ajudar empreendedores petropolitanos

Há um mês, Cria Local funciona como uma vitrine de produtos da cidade

Camila Caetano – especial para o Diário 

Em decorrência da crise ocasionada pela pandemia, e das dificuldades enfrentadas pelos microempreendedores nesse momento, vendedores e consumidores se uniram com o intuito de formar uma rede, capaz de fortalecer a economia e fazer o dinheiro circular localmente. Dentro desse espectro, surgiu a “Cria Local”, uma plataforma digital que funciona como uma vitrine dos produtos feitos na cidade. A plataforma, fundada por Cissa Borges e Douglas Bento foi inaugurada em setembro e tem obtido resultados animadores.

Nesse primeiro mês de funcionamento, já é possível constatar que a loja virtual funciona como um verdadeiro mercado de marcas petropolitanas. Por lá, é possível encontrar pães, charcutaria, laticínios, massas, geleias, leites vegetais e outros produtos gastronômicos, além de itens de bem estar, peças de design, e cerâmicas. Apesar da gama de produtos, as ofertas não param por aí. A ideia é que a variedade permita as pessoas substituírem ao máximo marcas de prateleira, por aquelas que têm origem na cidade, fazendo com que o hábito de consumo seja um investimento onde vivemos.

De acordo com as informações, o intuito da Cria Local é fazer os produtores da cidade e seus produtos virarem os protagonistas da economia local. O projeto tem uma visão voltada para a obtenção de resultados, para que, de fato, deem retorno financeiros para as marcas petropolitanas, sendo além de tudo, uma escolha sustentável em todas as escalas. - A lógica é simples. Dar prioridade para marcas locais é investir diretamente na economia da cidade. O dinheiro fica aqui e gera um movimento fértil e contínuo. Petrópolis tem uma criatividade abundante, e produtos de altíssima qualidade. Estamos tornando essa prosperidade visível e facilitando o consumo num lugar só - sinaliza Douglas, engenheiro de produção e cofundador da Cria Local.

Resultados obtidos são animadores: 

Cissa Borges, idealizadora do projeto, conta que a ideia da plataforma online com os produtos locais já existia, entretanto, com a incidência da pandemia, o desenvolvimento dela foi priorizado. Inicialmente, o intuito era investir na sede física, (localizada na Rua Henrique Dias, n° 15, Retiro) e na sua respectiva agenda cultural. Durante o isolamento, o projeto da plataforma foi resgatado, e executado com bastante energia.

- O resultado é muito animador. A Cria Local é uma ponte. Articulamos o encontro entre quem faz e quem consome, mas, o que realmente vende e sustenta essa relação, é a qualidade do produto. O retorno que temos até agora é muito positivo, principalmente em relação a surpresa que as pessoas têm em ter um produto de tanta qualidade em Petrópolis. É isso que vende. O cliente conta para os amigos, família, e indica para quem puder. Fazemos a articulação, mas são os talentos daqui que mantém a rede próspera para todos – disse Cissa, que continuou:- Queremos que a cidade, ao invés de comprar uma geleia suíça, compre uma geleia de um produtor petropolitano, e nessa categoria existem várias opções. A matéria prima é escolhida com mais cuidado, o produto viaja menos, causando menos impacto no ambiente. Tudo favorece a escolha pelos produtos locais. É rentável pra todo mundo – destaca a idealizadora, ressaltando que a plataforma sempre zela pela manutenção da demanda para que os produtos sejam de fato, vendidos.

Para os produtores que se interessarem em integrar a plataforma, basta entrar em contato com a Cria Local pelo seguinte endereço de e-mail: vamosconversar@crialocal.com.br.

Vale a pena salientar que o consumo local também valoriza o vínculo humano. Visto que todo produto carrega o nome de quem o fez e conta mais histórias. Assim, temos a chance de saber de onde vem, como é produzido e, muitas vezes, os negócios são familiares, com todos os membros envolvidos.

Compras podem ser feitas pelo site:

Para quem deseja comprar algo, ou ainda, dar aquela “olhadinha”, basta acessar o site www.crialocal.com.br, escolher os produtos que preferir, colocar na sacola, fechar o pagamento, concluir a compra e aguardar a entrega em casa. Quem preferir, também pode fazer a encomenda e retirar, sem custo, na Casa Cria Local, que tem sua sede na Rua Henrique Dias, nº 15, Retiro.

Outras informações disponíveis pelo telefone (24) 2020 7062.

Aulas presenciais no local devem ser retomadas em novembro:

A sede da Cria Local é um dos lugares que teve a inauguração interceptada por conta da pandemia. Por lá, haviam aulas de desenho com o artista plástico Pedro Varella, de Saúde e Sexualidade com a fisioterapeuta Tatiana Morais e, em novembro, com a retomada das mesmas, também haverão aulas de yoga, e amigorume (similar ao crochê).

- Chegamos a abrir a casa, e fizemos um primeiro e único evento, pois, veio a pandemia, e ficamos travados. Em novembro, vamos experimentar a retomada das aulas no espaço, pois temos muito ar livre e é possível atender aos alunos e às exigências de saúde e segurança – reforçou Cissa.



Edição anterior (2166):
quinta-feira, 15 de outubro de 2020
Ed. 2166:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2166): quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Ed.2166:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior