Edição anterior (1667):
terça-feira, 04 de junho de 2019
Ed. 1667:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1667): terça-feira, 04 de junho de 2019

Ed.1667:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Poucas coletoras gera acúmulo de lixo na Rua João de Deus

Segundo moradores, as poucas que existem na região não atendem à demanda

Antônio Reuther


 A grande quantidade de lixo nas ruas e as poucas coletoras que atendem o bairro Quarteirão Brasileiro são fatores que chamam atenção. O local próximo à Igreja Nossa Senhora das Graças, na Rua João de Deus, está completamente tomado por lixo, havendo aparições de ratos e gerando reclamações por parte de moradores.

Segundo informações de um morador que não quis se identificar, o problema de excesso de entulho pelas ruas é recorrente. De acordo com o mesmo, há uma falta de planejamento dos órgãos público no que diz respeito ao recolhimento de lixo, havendo poucas coletoras, não atendendo a demanda.

- Moro aqui há mais de dez anos e sempre foi assim esse lixo. Não existe e nunca existiu um planejamento para acomodar o lixo, aguardando a coleta. Sabemos que o descarte sempre foi complicado também, pois o município não tem estrutura nenhuma para planejar um melhor aproveitamento do que seria reciclável.  Não tem nem caçamba, apenas três latões que não chegam nem perto de atender a demanda – disse.

O morador criticou também os órgãos públicos. Disse que não há coleta seletiva na região, o que faz com que muito do que pode ser reaproveitado seja descartado. Animais como ratos já aparecem na localidade e preocupa as famílias que passam pelo local, podendo causar doenças.

- Não há coleta seletiva, indo tudo para o lixão e não aproveitando muita coisa. Todos nós somos meio culpados com certeza, mas se planejarem melhor o descarte, já se ganha com reciclagem, ajudando automaticamente o cidadão a se conscientizar, porém tem que ter onde colocar. Ratos estão dominando as proximidades e infelizmente o que vejo é descaso. Várias famílias estão trafegando no local – disse.

Até o fechamento desta edição, a Prefeitura não respondeu aos questionamentos realizados.



Edição anterior (1667):
terça-feira, 04 de junho de 2019
Ed. 1667:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1667): terça-feira, 04 de junho de 2019

Ed.1667:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior