Edição anterior (2788):
domingo, 26 de junho de 2022
Ed. 2788:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2788): domingo, 26 de junho de 2022

Ed.2788:

Compartilhe:

Voltar:


  Energia

Preço do botijão de gás aumentou mais de R$ 20 em um ano

746 famílias petropolitanas foram incluídas no Auxílio-Gás em junho

Foto:  Pixabay

 

Roberto Jones – especial para o Diário

O gás de cozinha é, sem dúvidas, um dos itens que mais preocupa a maior parte dos brasileiros na hora de somar as contas. Os constantes aumentos nos produtos derivados do petróleo têm afetado, não só os combustíveis, mas também os valores do gás liquefeito de petróleo (GLP). Atualmente, em Petrópolis, segundo os dados mais recentes da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que consultou sete postos de distribuição entre os dias 12 e 18 de junho, o valor médio do botijão de 13kg é de R$ 101,86, e gira em torno desse preço há algumas semanas.

Vale lembrar que esses valores não incluem os gastos com a entrega, que costumam encarecer ainda mais o produto. No início de junho do ano passado, o mesmo botijão de gás custava cerca de R$ 81,41. Em um ano, o aumento no preço do produto foi de mais de R$ 20, em percentual, 25%.

Abaixo da média nacional

Apesar da alta, Petrópolis está longe de ser a mais cara do estado, como costuma acontecer com o valor da gasolina. Quando o assunto é o gás de cozinha, outras 12 cidades oferecem opções mais caras para os consumidores, são elas: Angra dos Reis (R$ 119,68), Barra do Piraí (R$ 111,23), Barra Mansa (R$ 107,86), Itaguaí (R$ 112,93), Macaé (R$ 121,80), Nova Friburgo (R$ 120,18), Resende (R$ 110,00), São Francisco do Itabapoana (R$ 104,00), Sapucaia (R$ 110,00), Teresópolis (R$ 115,00), Três Rios (R$ 110,00) e Volta Redonda (R$ 109,10).

Mesmo com os altos preços, grande parte desses municípios vendem o botijão de 13kg por valores abaixo da média nacional que, na última semana, ficou em torno de R$ 112,50.

Auxílio-Gás

Para muitas famílias, faz se necessário uma ajuda governamental para bancar os gastos com o gás de cozinha. O Governo Federal oferece o Auxílio-Gás, pago bimestralmente em parcelas de R$ 53,00. Neste mês, em Petrópolis, 746 novas famílias foram incluídas na folha de pagamento do benefício.

Ao todo, a cidade conta com 8.274 beneficiários, e são repassados R$ 438.522,00 do Governo Federal para o pagamento do auxílio no município. Em todo o Brasil são 5.684.332 beneficiários, pagos com um investimento total de R$ 301 milhões.



Edição anterior (2788):
domingo, 26 de junho de 2022
Ed. 2788:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2788): domingo, 26 de junho de 2022

Ed.2788:

Compartilhe:

Voltar: