Edição anterior (2167):
sexta-feira, 16 de outubro de 2020
Ed. 2167:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2167): sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Ed.2167:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Preço dos combustíveis teve redução em um mês

Pesquisa do Diário aponta para pequenas altas apenas no etanol e gasolina aditivada

Wellington Daniel

 

O valor dos combustíveis teve redução no último mês em Petrópolis. É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Diário de Petrópolis, comparando os preços encontrados ontem (15) com o dia 17 de setembro, em quatro postos. Na lista, apenas a gasolina aditivada e o etanol tiveram pequenas altas, de 0,09% e 0,3%, respectivamente.

O diesel S10 teve a maior redução, de 4%. O produto era encontrado, em média, a R$ 3,649 na metade de setembro. Já ontem, era vendido a R$ 3,504. Ainda nesta quinta-feira, o melhor preço era encontrado em um posto da Montecaseros, a R$ 3,2097. Já em um do Quitandinha, estava a R$ 3,799. O diesel normal não variou no período e continuou em R$ 3,499.

Já o GNV, registrou uma queda de 3,5%. O metro cúbico valia, em média, R$ 3,275 em setembro e teve uma redução de valor para R$ 3,16 nesta quinta-feira. Ontem, o combustível foi encontrado em apenas um posto.

A gasolina comum teve apenas 0,3% de queda, indo de R$ 5,0615 para R$ 5,0462. Como apontado anteriormente, o tipo aditivada teve uma leve alta, sendo encontrada ontem a R$ 5,0962 contra 5,0915 do mês passado e o etanol foi de R$ 3,9865 para R$ 3,9985.

ANP

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) não publica as pesquisas de preços desde agosto. A primeira previsão de volta da divulgação do levantamento era para 14 de setembro, mas foi postergada e agora não há uma estimativa de quando voltará.

De acordo com a Agência, a mudança é devido a necessidade de ajustes no processo de implantação do novo formado, garantindo a confiabilidade dos dados, em linha com o previsto no Termo de Referência da empresa que foi contratada para os serviços. A ANP também disse que trabalha para que, o mais breve possível, tenha início a primeira etapa.

A ANP também esclareceu que as fiscalizações continuam, já que não possuem relação com o levantamento de preços. Em Petrópolis, foram 23 em todo o ano de 2020 e quatro no último mês. No mesmo período, a Agência informou que foram registradas dez denúncias relativas a abastecimento de combustíveis em Petrópolis pela Central de Atendimento da Ouvidoria.



Edição anterior (2167):
sexta-feira, 16 de outubro de 2020
Ed. 2167:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2167): sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Ed.2167:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior