Edição anterior (1595):
domingo, 24 de março de 2019
Ed. 1595:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1595): domingo, 24 de março de 2019

Ed.1595:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Preços dos combustíveis sobem mais uma vez na última semana

Wellington Daniel


 Gasolina, etanol, diesel e GNV comercializados em postos de combustíveis de todo o país subiram mais uma vez na última semana (de 17 a 23 de março) segundo o levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O etanol registrou a maior repetição de alta (quinta semana consecutiva) e também o maior percentual (8,2% nesse período) e fechou com média de R$ 2,969 por litro.

Também pela quinta semana consecutiva, o litro do óleo diesel teve mais uma elevação de preço, terminando a semana com média de R$ 3,54. A alta acumulada no período foi de 2,8%. Já a gasolina fechou como combustível mais caro valendo R$ 4,139 o litro. Foi a quarta semana de alta, com 3,5% de acúmulo em um mês.

O metro cúbico do GNV fechou em R$ 3,169. Foi a menor repetição de altas consecutivas - tendo apenas três semanas - e o menor percentual, com acumulado de apenas 1% neste intervalo de tempo.

Em Petrópolis, quem trabalha com automóveis já está sentindo o aumento. O motorista de aplicativo Rodrigo Oliveira conta que profissionais do ramo estão sentindo o aumento constante de preços.

- Nós, motoristas de aplicativos, estamos sentido esse aumento. Meu carro, por exemplo, não roda apenas GNV. Para poder virar a primeira partida, é necessário combustível líquido, o etanol ou a gasolina. E o preço vem aumentando com freqüência e sem ser comunicado. Ao chegar na bomba que descobrimos que aumentou – conta.

O diretor da Marcelo’s Auto Escola, Luís Marcelo Gontijo, diz que os preços sobem, mas não é possível repassar aos clientes na mesma medida.

- Os preços estão subindo muito. Está bem complicado. Não é possível repassarmos ao cliente à medida que os aumentos chegam. Entre os combustíveis, os que mais sobem é o álcool e o etanol. E em Petrópolis não temos para onde correr. Se continuar a aumentar, teremos que repassar o preço ao aluno, o que não é bom, pois pode prejudicar o movimento – reclama.



Edição anterior (1595):
domingo, 24 de março de 2019
Ed. 1595:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1595): domingo, 24 de março de 2019

Ed.1595:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior