Edição anterior (1550):
quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019
Ed. 1550:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1550): quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019

Ed.1550:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Prefeitura busca em Brasília recursos para investimento em projetos na área da agricultura

Projetos “Banco de Alimentos” e “Banco de Sementes” foram apresentados a deputados federais

             A prefeitura busca em Brasília recursos para o investimento na área de agricultura. Nesta terça (05.02) e quarta-feira (06), o secretário de Desenvolvimento Econômico esteve na capital federal para apresentar dois projetos: o Banco de Alimentos e o Banco de Sementes à deputados federais. O objetivo é garantir para Petrópolis recursos para sua implantação por meio de emendas dos parlamentares. O município conta 15 mil pessoas vivendo na área rural e se destaca na agricultura: são 768 produtores que se dedicam a oferecer alimentos de qualidade nas feiras livres, Hortomercado, redes gastronômica e hoteleira. Uma parte também atende a merenda escolar.

O projeto do Banco de Alimentos tem como objetivo adquirir equipamentos e utensílios para garantir o acesso à alimentação adequada em ações de educação alimentar e nutricional com famílias carentes – garantindo as refeições diárias com regularidade, qualidade e quantidade necessárias a sobrevivência digna. Já o Banco Comunitário de Sementes e Mudas visa fomentar o plantio das variedades e recuperar a tradição de plantio de produtos de subsistência para alimentação familiar.

“A agricultura é um dos setores produtivos que traz retorno para o município. Os produtores investem na nossa terra, muitos fornecem para os comércios da cidade e merenda e nós sabemos que são produtos de qualidade. Por isso, nada mais justo do que o poder público buscar parcerias e emendas para incentivar esse setor. O auxílio do governo federal é essencial e continuaremos incentivando cada vez o setor agrícola na nossa cidade”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Na incursão à Brasília, além dos projetos do Banco de Sementes e Banco de Alimentos, também foi apresentado o projeto de reforma do Horto e de compra de máquinas para a agricultura para três deputados federais: Christino Aureo, Vinicius Farah e Paulo Ganime.

“Conseguimos mostrar para os deputados o quanto a agricultura é um setor em crescimento e que encontra em Petrópolis uma cadeia econômica cooperativa, com a aquisição de produtos na própria cidade. Ao incentivarmos o plantio e ao evitar o desperdício contribuímos para o crescimento do setor e também para a valorização do trabalho no campo. Fomos muito bem recebidos e a devolutiva foi positiva. Todos ficaram satisfeitos com os projetos e esperam ajudar Petrópolis nessa empreitada”, explicou o secretário de desenvolvimento econômico.

A expectativa de crescimento na área agrícola é um dos incentivos para a buscar por investimentos para a cidade. Fiorini explica o projeto Banco de Alimentos, vai criar uma central de arrecadação de excedentes da agricultura familiar e do que não for comercializado no Horto e feiras municipais – alimentos que seriam descartados por falta de condições estéticas, sem restrições de caráter sanitário. “Esse material seria recolhido e separado, higienizado e processado, embalado, estocado em câmara fria e distribuídos através de agentes comunitárias a entidades filantrópicas como asilos, creches e centros comunitários”, disse.

O diretor do departamento de agricultura, que também esteve em Brasília, explicou como irá funcionar o Banco de Semente.  “Ao distribuirmos mudas nas comunidades, poderemos promover o intercâmbio entre os agricultores. A intenção é a de criar um núcleo para cuidar, receber e distribuir mudas, incentivando, assim, a continuidade da produção rural”, explicou.

Além desses projetos, a equipe apresentou aos deputados as ações que estão em andamento no município para o fomento do setor como o processo para aquisição de máquinas para a produção agrícola - arado reversível 3 discos, roçadeira de arrastro e conjunto de lâmina dianteira para trator, além de rolo compactador e caçamba trituradora; a implantação do polo de ensino do Senar - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – no Hortomercado Municipal – que possibilitará aos agricultores a oportunidade de participar de cursos técnicos e a aprovação da Lei do SIM - selo que permitirá que produtos feitos em Petrópolis como queijos possam ser vendidos em outras feiras, aumentando, assim, a renda desse setor produtivo.

“As visitas foram boas e estamos confiantes que a agricultura da nossa cidade vai crescer ainda mais com os projetos que incentivarão a produção. Esse foi um primeiro encontro com os deputados para apresentar as nossas ideias, mas, continuaremos em contato para que emendas possam ser encaminhadas para colocarmos em pratica os projetos. Todos os deputados se comprometeram e vão analisar os projetos”, completou Fiorini.



Edição anterior (1550):
quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019
Ed. 1550:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1550): quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019

Ed.1550:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior