Edição anterior (1955):
quarta-feira, 18 de março de 2020
Ed. 1955:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1955): quarta-feira, 18 de março de 2020

Ed.1955:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Prefeitura e empresários de transporte público buscam parceria na luta contra o coronavírus

Representantes das principais empresas de ônibus da cidade e Setranspetro estiveram presentes na reunião

Novas orientações a respeito das medidas tomadas contra a disseminação do coronavírus na cidade foram passadas, na tarde desta terça-feira (17/03), a empresários do setor de transporte de Petrópolis. Em mais um encontro para a busca de parcerias em benefício da cidade, Bernardo Rossi avaliou o quadro atual da doença e lembrou os perigos aos quais os petropolitanos podem ser expostos.

“Não podemos permitir coletivos lotados hoje. Corremos o risco de disseminar o vírus caso isso aconteça. As empresas de ônibus precisam se conscientizar que fazem parte do dia a dia de milhares de pessoas e que precisa nos ajudar a zelar pela saúde dos usuários”, afirmou o prefeito.

De acordo com representantes do Setranspetro, cartazes e adesivos serão colocados em todos os veículos na intenção de alertar a população a respeito do contágio e de como as pessoas podem se prevenir contra a doença. Toda a frota vai receber, ainda, mais atenção em relação à higienização diversas vezes ao dia. Outra preocupação do Setranspetro, que já adotou o ritmo de quarentena, é em relação à saúde de seus colaboradores, uma vez que grande parte deles se encontra, hoje, no grupo de risco para o coronavírus devido à idade.

O prefeito Bernardo Rossi reforçou a ideia de que, mesmo com o movimento reduzido de pessoas nas ruas e crianças em férias antecipadas, não vai permitir a redução das frotas para que não haja lotação nos coletivos.

“O vírus é forte e tem poder de contágio enorme. Existem muitos idosos que utilizam os ônibus todos os dias. Não podemos permitir que eles sofram ou que se exponham à contaminação. Mesmo com movimento reduzido acredito que podemos manter os coletivos e criar novos horários de partida, numa espécie de flexibilização”, disse.

Os empresários se mostraram preocupados em relação ao tema e dispostos a oferecer apoio à cidade no momento de crise atual. Bernardo Rossi terminou a reunião lembrando que, diante do problema, a prefeitura não pode permitir que os ônibus da cidade sejam vistos como fonte de disseminação da doença.



Edição anterior (1955):
quarta-feira, 18 de março de 2020
Ed. 1955:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1955): quarta-feira, 18 de março de 2020

Ed.1955:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior