Edição anterior (1767):
quinta-feira, 12 de setembro de 2019
Ed. 1767:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1767): quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Ed.1767:

Compartilhe:

Voltar:


  Em Brasília

Prefeitura entrega à ANTT e EPL sugestões de intervenções que devem ser previstas no novo edital para concessão da BR-040

Documento inclui criação de novos acessos, retomada da obra da Nova Subida da Serra e transferência da praça de pedágio

 

As sugestões de intervenções que devem ser incluídas no novo edital de concessão da BR-040 no trecho entre o entroncamento com a Avenida Brasil e a Praça de Pedágio de Areal foram entregues pela prefeitura à ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres – e à EPL - Empresa de Planejamento e Logística que está atuando na estruturação do projeto da nova concessão. A intenção do poder público é a de garantir que a empresa que ficará à frente da administração da rodovia realize todas as intervenções necessárias para segurança e melhoria da mobilidade da estrada, como a criação de novos acessos, a continuidade da obra da Nova Subida da Serra e transferência no local da praça de pedágio em Xerém.

O documento, consolidado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico com auxílio da Comissão da Câmara dos Vereadores, foi entregue à Arthur Lima - diretor da EPL - e à Weber Cilone diretor da ANTT, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini e pelo vereador Jamil Sabrá, representando a Câmara dos Vereadores.

“Queremos garantir que a empresa vencedora dê continuidade as obras da Nova Subida da Serra, faça a manutenção correta na estrada que está em estado crítico e construa novos acessos que serão importantes para a população e também para o escoamento da produção local. Estamos lutando por melhorias na estrada, solicitando ajuda dos órgãos competentes porque os petropolitanos são os que mais sofrem com o estado precário da estrada”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

O documento relaciona as intervenções no trecho da BR-040 compreendido entre o entroncamento com a Av. Brasil, no Km 124 e a Praça de Pedágio de Areal, situada no Km 45,5.

“Intervenções estas que julgamos essenciais e em alguns casos, emergenciais para o desenvolvimento econômico e mobilidade do Município, portanto devendo constar no novo edital de concessão da rodovia”, acrescentou Bernardo Rossi.

“Já estamos esperando há muito tempo por melhorias na estrada, uma nova empresa para administrar a via, a continuidade da obra da Nova Subida e também o reestabelecimento do posto da PRF na BR-040. Queremos a garantia que as sugestões da prefeitura sejam acatadas porque as mudanças têm o objetivo de garantir segurança e melhores condições de trafego na BR-040. Pagamos um pedágio caro, muitos petropolitanos precisam usar a estrada diariamente e estão sofrendo com o descaso com que a atual administradora cuida da estrada”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Entre as intervenções solicitadas estão a eliminação de cruzamentos em nível em Araras/Vale das Videiras e Fazenda Inglesa; criação de vias marginais para tráfego local no trecho de Itaipava; criação e melhoria de acessos interligando os dois lados da rodovia nos acessos - Duarte da Silveira; acesso à comunidade Leonardo Boff; acesso ao Carangola; acesso à Feirinha de Itaipava - rotatória de Bonsucesso; acesso à BR-040 (Bramil) / BR-495; acesso à ponte do Aranha Céu; acesso ao Castelo de Itaipava; acesso ao Condomínio Industrial da Posse - Revisão dos acessos à Av. Brasil e Linha Vermelha; manutenção da atual Subida da Serra na futura concessão e uso do túnel, compatibilizando com uso misto de Estrada Parque no futuro; transferência do local da praça de pedágio a fim de melhorar a isonomia do uso da tarifa da rodovia e a incorporação de medidas sugeridas pelo MPF quanto a postos de Polícia Rodoviária Federal, em especial no Belvedere, com disponibilização de informações, imagens, comunicação, bem como outros apoios que se fizerem necessários para a garantia da segurança na rodovia.

“Fomos bem recebidos e aguardaremos a realização de uma audiência pública, pela ANTT, para discutirmos as propostas. A pedido do prefeito Bernardo Rossi, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico continuará acompanhando todo o processo e solicitando celeridade”, acrescentou Marcelo Fiorini.

 



Edição anterior (1767):
quinta-feira, 12 de setembro de 2019
Ed. 1767:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1767): quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Ed.1767:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior