Edição anterior (1584):
quarta-feira, 13 de março de 2019
Ed. 1584:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1584): quarta-feira, 13 de março de 2019

Ed.1584:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Prefeitura leva saúde para as comunidades com serviços prestados pelo NASF

Serviço custeado pelo Governo Federal realizou mais de 3 mil ações no primeiro ano de implantação

            O Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF) completa um ano de implantação no município e reúne bons resultados nos territórios de cobertura. Ao longo do primeiro ano de funcionamento, pelas quatro regiões do município - 2º, 3º, 4º e 5º distritos – o serviço desenvolveu cerca de 3 mil ações em complemento aos atendimentos realizados em 16 unidades de saúde dos distritos. O programa, criado pelo Ministério da Saúde, é mantido na cidade com verba do Governo Federal que mantém o trabalho de duas equipes formadas por 12 profissionais interdisciplinares.

            O trabalho visa a qualificação e ampliação do acesso aos serviços oferecidos pela rede pública de saúde. “Esse é um trabalho de grande importância para o nosso município, a saúde vem avançando na nossa cidade. Com todo o suporte oferecido, a rede pública está conseguindo absorver a maior demanda de pacientes que migraram de planos de saúde e vindos de outros municípios. O NASF é mais um exemplo de trabalho de alta qualidade oferecido para a população”, destaca o prefeito, Bernardo Rossi, que esteve nesta terça-feira (12.03), em uma das unidades onde o NASF atua no município, na UBS Itaipava.

            No local, o prefeito acompanhou um dos atendimentos oferecidos aos pacientes. Nesta terça-feira (12.03), os usuários da rede participaram de encontro para pratica de meditação e relaxamento, e conheceram os benefícios da terapia auricular. O NASF é composto por profissionais de diferentes especialidades, entre as quais fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, nutricionista, farmacêutico e educador físico, que associam, ente outras coisas, as Práticas Integrativas Complementares (PICs) às ações realizadas.          

“As equipes fazem um trabalho complementar às atividades da Estratégia da Saúde da Família nas UBS, com equipes multiprofissionais, oferecendo um atendimento diversificado na comunidade”, ressalta a secretária de Saúde, Fabíola Heck. As equipes atuam de forma complementar as Unidades Básicas de Saúde por todos os distritos, abrangendo comunidades do Itamarati a Posse.

As atividades são realizadas dentro das unidades de saúde e diretamente nas comunidades. Os profissionais seguem uma rotina de acompanhamento dos pacientes em suas residências, no sentido de garantir o maior suporte aos usuários. O NASF realiza atendimento individualizado e coletivo, que promovem trocas de experiência entre os participantes. Entre os trabalhos estão os grupos de convivência e de planejamento familiar. “O serviço tem sido muito bem avaliado, Petrópolis têm sido modelo para outras cidades pela forma como implantou o NASF e tem obtido bons resultados”, destaca a assistente social e terapeuta auricular do NASF, Fernanda Gioia Araújo.

            As Práticas Integrativas Complementares (PICs) que oferecem tratamentos alternativos aos usuários da rede pública de saúde, como yoga, acupuntura, shiatsu, atividades físicas, fitoterapia, entre outras terapias estão entre os métodos aplicados pelos profissionais do NASF. Nesta terça-feira (12.03) os usuários conheceram a terapia auricular. A manicure, Ana Cristina do Nascimento, 47 anos, teve o primeiro contato com o método na busca por um tratamento complementar ao que já faz periodicamente na unidade de saúde de Itaipava. “Eu nunca tinha ouvido falar desse tratamento e gostei muito, esse vai ser um tratamento complementar ao que já faço”, conta a paciente.



Edição anterior (1584):
quarta-feira, 13 de março de 2019
Ed. 1584:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1584): quarta-feira, 13 de março de 2019

Ed.1584:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior