Edição anterior (1839):
sábado, 23 de novembro de 2019
Ed. 1839:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1839): sábado, 23 de novembro de 2019

Ed.1839:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Primeira semana do Rio Limpo tem 1,5 mil toneladas de sedimentos retirados

Programa atuou no Rio Piabanha, próximo ao Palácio de Cristal, e continuará com o serviço na próxima semana

 

O programa Rio Limpo removeu cerca de 1,5 mil toneladas de sedimentos do Rio Piabanha na primeira semana de atuação. O trabalho, iniciado na última segunda-feira (18.11), ocorre próximo ao Palácio de Cristal, no Centro. Nesta sexta (22.11), o prefeito Bernardo Rossi acompanhou o serviço, acompanhado do vice-prefeito Baninho. O trabalho integra as ações para minimizar os efeitos da chuva na cidade e faz parte do Plano Verão 2020.

O trabalho consiste na retirada de areia, pedras, mato e lixo que podem atrapalhar o curso natural da água. O assoreamento pode ocorrer, muitas vezes, naturalmente, por ação do vento e da própria água. Os sedimentos podem encurtar o espaço para passagem da água, causando transbordamentos de dias de chuvas.

“Essa é uma das nossas ações para o período de chuva de verão. Faz parte do nosso planejamento para reduzir alagamentos na cidade e impedir que o rio transborde mesmo em dias de chuva de menor intensidade. O trabalho realizado nesses primeiros dias, com 1,5 mil toneladas retiradas do rio, mostra a importância desse serviço”, ressalta o prefeito Bernardo Rossi.

O serviço mobiliza uma máquina que empurra os sedimentos para que uma retroescavadeira possa fazer a retirada. Todo material é transportado por caminhões da Secretaria de Obras e da Comdep. Foram realizadas 75 viagens em quatro dias.

A edição de 2019 do programa Rio Limpo continua o serviço já feito nos dois últimos anos e também passará por outros pontos do Piabanha e também do Palatinato e do Quitandinha. O trabalho vai passar ainda por locais como Bingen, Cel. Veiga, entre outros.

O Plano Verão 2020 reúne 57 órgãos para ações de resposta e de atendimento para casos de deslizamentos de terra, inundações, rolamentos de blocos rochosos, vendaval e tempestades de raio. O objetivo é minimizar os efeitos da chuva e aperfeiçoar o atendimento das equipes em caso de ocorrências.



Edição anterior (1839):
sábado, 23 de novembro de 2019
Ed. 1839:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1839): sábado, 23 de novembro de 2019

Ed.1839:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior