Edição anterior (2136):
terça-feira, 15 de setembro de 2020
Ed. 2136:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2136): terça-feira, 15 de setembro de 2020

Ed.2136:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Produtores do Brejal pedem providência para conter infestação de moscas

Moradores dizem que já acionaram autoridades para denunciar o caso

Jaqueline Ribeiro - especial para o Diário

 

Importante dentro do circuito de turismo rural da cidade e  uma das áreas de maior peso na conquista do título de "Capital de Orgânicos", concedido a  Petrópolis, a região do Brejal, no distrito da Posse, vem sofrendo com uma infestação de moscas varejeiras há um mês. A região é uma das mais importantes na produção de orgânicos da cidade, abrigando sítios e áreas de produção onde residem quase um terço dos produtores de orgânicos da cidade. De 160 famílias trabalham com a produção orgânica de verduras, legumes e frutas na cidade, 50 estão no Brejal. A presença das moscas de cor azul ou verde-metálico, conhecida por provocar um problema de saúde pública, gerando "bicheiras em animais por exemplo, vem sendo denunciada às autoridades sanitárias há cerca de um mês.

- Toda comunidade está muito incomodada com esta infestação de moscas. São muitos insetos. É uma situação de saúde pública. Nossa casa precisa ficar fechada e mesmo com telas nas janelas elas entram. Usamos as raquetes elétricas mas tem horas que temos que fechar tudo e colocar inseticida pois a quantidade é muito grande. Nossos cachorros precisam estar toda hora no veterinário, apesar de receberem todos os cuidados. Nos preocupa pois a região tem muitas crianças e agricultores. Muitas famílias não tem recursos por exemplo para colocar telas nas janelas. É preciso uma providência urgente - alerta o morador Gustavo Aronovick, que tem uma fabrica de alimentos em conserva na região.

Como ele o também morador e empresário, Luiz Henrique Fonseca, quetem uma propriedade no Brejal há 20 anos e há 10 mora no local, diz que aguarda uma providência por parte das autoridades. - Há um mês venho denunciando. já foram três denúncias à Vigilância Sanitária. Na semana passada falamos também com a Secretaria de Meio Ambiente e eles nos informaram que fariam contato com a Vigilância Sanitária para articularem uma ação de fiscalização - conta.

De acordo com os moradores, a presença das moscas pode estar relacionada a produção de frangos na região. - Não sabemos se é de fato por isso, mas  de fato após a reativação de uma granja aqui na região, este problema ocorreu. Estamos muito preocupados. Alguma medida precisa ser tomada antes do da chegada do verão, que é a época em que a proliferação de insetos é maior - diz Gustavo.

A questão também preocupa o chefe de cozinha e empresário Júnior Pereira

- Algumas moscas aparecem no verão. No inverno não é comum. Este ano está aparecendo uma quantidade muito grande. No meu negócio aqui não estamos mais podendo servir na mesas externas. precisei colocar telas nas janelas e temos que manter as portas e janelas fechadas. Precisei colocar uma placa para avisar que o restaurante está aberto. É uma situação horrorosa. é uma quantidade absurda, principalmente nos dias quentes - relata o empresário, destacando que outras empresas da região também estão sendo prejudicadas.  

Questionada, a prefeitura informou que Equipes da Vigilância Ambiental foram acionadas e já estão em contato com moradores da região para o agendamento de uma visita técnica de avaliação no local ainda esta semana.            



Edição anterior (2136):
terça-feira, 15 de setembro de 2020
Ed. 2136:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2136): terça-feira, 15 de setembro de 2020

Ed.2136:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior