Edição anterior (1559):
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Ed. 1559:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1559): sábado, 16 de fevereiro de 2019

Ed.1559:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Profissionais de ensino participam de capacitação para trabalharem no Defesa Civil nas Escolas

Primeiro dia de atividades é na próxima segunda e vai reunir 120 pessoas


 Começa na próxima segunda-feira (18.) a capacitação dos profissionais de ensino para trabalharem na política pública de Defesa Civil nas Escolas. O primeiro dia de atividades vai reunir 120 pessoas na Câmara Municipal e acontece de 8h às 17h. Representantes das Secretarias de Defesa Civil, Educação e de Meio Ambiente e da Coordenadoria de Bem-estar Animal ministram o treinamento, que tem como objetivo preparar os responsáveis pelas escolas para a inserção dos temas nas salas de aula. A proposta é que os alunos desenvolvam trabalhos práticos ao longo do semestre de acordo com as ameaças de desastres características de cada estação.


 Iniciativa da atual gestão, a aplicação da lei é um passo importante no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade. Com 234 áreas de risco alto ou muito alto, a política pública é mais uma ação da prefeitura de prevenção aos desastres de origem natural. A iniciativa reforça todas as ações que trabalham a importância da percepção de riscos não só no ambiente escolar, mas também na comunidade.

“É uma medida a longo prazo,  com benefícios para o futuro d e Petrópolis. É importante que o s profissionais de ensino este jam preparados para realizar a s atividades com os alunos.  Precisamos pensar no presente  um futuro mais resiliente para  a cidade”, garante o prefeito Be rnardo Rossi.

Inédito no país, o Defesa Civi l nas Escolas atende toda rede  municipal de ensino, além de  escolas particulares e estadua is que desejam aderir a propos ta de maneira voluntária.

Para este ano, são duas as novidades: a inclusão do tema bem-estar a nimal vai permitir que os alun os fortaleçam a compaixão e o  respeito pelos bichos, além da inclusão das escolas da rede e particulares que contam com educação infantil. 

“Também serão abordados assuntos como  maus-tratos, posse responsável  e digna para os animais e a q uestão do abandono - crime amb iental com pena de reclusão. Com a inserção da educação infantil, são mais 10 mil jovens aprendendo dentro do Defesa Civil nas Escolas”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, destacando a importância da inserção dos temas nas salas de aulas da cidade.

“Desde o ano passado, abrimos a nossa política pública para todas as instituições interessadas. A ideia de transformar a forma de pensar da população passa diretamente pelo ensinamento nas escolas. Precisamos trabalhar desde a infância a percepção de riscos para minimizarmos as consequências de desastres”, frisa Paulo Renato.

O segundo dia de capacitação é na sexta-feira (22.02) e vai contar com a participação de 160 profissionais de ensino. O local e o horário do treinamento é o mesmo.

Município recebe prêmio em campanha nacional pelo Defesa Civil nas Escolas

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) premiou a prefeitura pela inserção dos temas Defesa Civil e Educação Ambiental nas escolas da rede municipal de ensino. A instituição vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública. A contemplação acontece dentro da campanha nacional #EducarParaPrevenir, criado pelo órgão nacional para as melhores atividades do país focadas em ERRD – Educação em Redução de Riscos de Desastres.



Edição anterior (1559):
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Ed. 1559:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1559): sábado, 16 de fevereiro de 2019

Ed.1559:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior