Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

 Programa Escolas Resilientes capacita servidores da rede municipal para situações de emergência 


 Atendendo a uma orientação do Ministério Público Estadual, a prefeitura lançou nesta terça-feira (07.05) o Programa Escolas Resilientes. Gestores das escolas e dos Centros de Educação Infantil (CEI) estão sendo capacitados pelos técnicos da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias para agirem em situações de emergência. Entre os temas abordados estão o uso correto de extintores de incêndio, escape de forma segura dos alunos nas instituições de ensino e noções básicas de primeiros socorros. O treinamento acontece em duas etapas - até junho com palestras e exercícios práticos na sede da Defesa Civil e no segundo semestre com atividades nas escolas e comunidades.

“Desde o início da nossa gestão, o trabalho integrado da prefeitura tem o objetivo de reduzir o risco de desastres. Esse treinamento dos gestores das escolas conta com o apoio dos técnicos da Defesa Civil, que apresentam tanto a parte teórica quanto a pratica necessárias para auxiliar os profissionais que atuam com os alunos em caso de emergência”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

O treinamento conta com a parte teórica e noções básicas de primeiros socorros para atender a Lei nº 13.722 de 4 de outubro de 2018 - Lei Lucas - que torna obrigatória a capacitação de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino público e privados e educação básica e de estabelecimento de recreação infantil (treinamento prático). As aulas têm carga horária de 4 horas de treinamento teórico e 4 horas de treinamento prático.

“O Programa Escolas Resilientes é mais um passo dentro da nossa política pública de Defesa Civil nas Escolas. É muito importante trabalhar a prevenção de desastres de origem natural no ambiente escolar e também na comunidade. Estamos trabalhando no presente um futuro resiliente para os alunos e para os petropolitanos˜, afirmou secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz.

A capacitação está sendo ministrada por agentes da Defesa Civil, além de equipes da Cruz Vermelha e por grupos de Bombeiros Civis.  As turmas de escape das escolas e uso de extintores de incêndio contam com 50 vagas e de noções básicas de primeiros socorros com 20. “Toda essa capacitação será muito útil para os nossos gestores. Eles terão a oportunidade de tirar as dúvidas e serão multiplicadores de conhecimento nas unidades escolares”, explicou a secretária de Educação, Marcia Palma.

A primeira turma contou com a presença de 50 gestores, entre elas, Joseane Dias Ferreira, diretora do CEI São João Batista, que fica no bairro Duarte da Silveira. Ela elogiou a iniciativa da prefeitura e destaca a importância do treinamento para toda a comunidade. “Dessa forma, a escola vai estar mais segura, com todos os funcionários sabendo a maneira de agir em caso de ocorrência e de emergência. É de extrema importância o treinamento para todos os gestores da rede municipal de ensino”, disse Joseane.

O lançamento do Programa Escolas Resilientes contou com a presença do chefe de gabinete Renan Campos; a secretaria de Fazenda, Elaine Nascimento; o presidente do Inpas, Fernando Fortes; a coordenadora de Bem-estar Animal, Elisabete Amorim; a subsecretária de educação, Adriana Velasco; o vereador Roni Medeiros e a presidente da Cruz Vermelha de Petrópolis, Marli Baffa.



Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior