Edição anterior (1516):
sexta-feira, 04 de janeiro de 2019
Ed. 1516:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1516): sexta-feira, 04 de janeiro de 2019

Ed.1516:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidadania

Programas na Assistência Social  projeta avanços para 2019

            A retomada de dois projetos sociais aumentou a gama de ações desenvolvidas pela Secretaria de Assistência Social no ano passado. Os programas de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e de Acesso ao Trabalho (Acessuas), começam a ser estruturados e já apresentam resultados. As iniciativas não vinham sendo aplicadas na gestão anterior e tiveram os recursos retidos. Desde 2017, porém, foram retomadas iniciativas para que o orçamento de R$ 300 mil voltasse a ser redirecionado ao município.

            O PETI está em fase de estruturação e para a aplicação, os agentes da Assistência Social atuam em conjunto com o Conselho Tutelar, uma das portas de entrada para a identificação de casos em que o trabalho infantil é praticado. O programa recebe o recurso de R$ 200 mil e através dele, os agentes implantam medidas para que menores de idades sejam retirados da situação de risco. O programa Acessuas, além de providenciar a liberação da verba, houve aumento dos recursos. Para esse eram destinados R$ 60 mil, mas com a implantação e a constatação dos resultados, o Governo Federal ampliou o investimento que passou a ser de R$ 100 mil.

            “Esses são exemplos de que o governo vem atuando, para cada vez mais, para desenvolver ações que apresentam resultados efetivos para a cidade. Conseguimos a liberação de verbas que estavam retidas apenas por falta de execução dos projetos. Nossa equipe vem trabalhando com empenho para que todos os recursos destinados para Petrópolis sejam bem aplicados”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

            Até o mês de novembro, o Acessuas foi responsável pela inserção de 400 usuários ao mercado de trabalho. O programa auxilia na elaboração de currículos, encaminhamento para cursos profissionalizantes e entrevista de emprego. “A expectativa é de que para 2019 esses programas contribuam ainda mais para a obtenção de bons resultados para a cidade”, destaca a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

            O diretor do Departamento de Proteção Social Básica, Rodrigo Lopes, conta que esses programas voltaram a ser estruturados em 2017, juntamente com a reformulação de equipes para a execução dos mesmos. “Temos atuado para aprimorar a utilização dos recursos, que passaram a ser utilizados de forma adequada”, frisa.

            Para 2019, outros avanços são previstos na área de Assistência Social. Um deles será a reabertura do CRAS Alto Independência, que permitirá a melhoria do acesso dos usuários aos serviços prestados e maior intervenção dos agentes nas demandas sociais da região. Na unidade funcionará o Programa de Atenção Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e terá capacidade de atender 5 mil famílias.

            O avanço das ações sociais pelas comunidades chegará ao bairro Madame Machado, que será beneficiado com a reabertura da Cozinha Comunitária. O programa funciona como uma extensão do Restaurante Popular para os bairros de maior vulnerabilidade social, oferecendo refeição a preços subsidiados pelo governo.

Restaurante Popular registra aumento de 20% no movimento

            Mais de 450 mil refeições foram disponibilizadas no Restaurante Popular no Centro da cidade. Esse número representa um aumento de cerca de 20%, se comparado com 2017, que fechou o ano com um registro de 370 mil. Um importante fator, que contribuiu para esse resultado, foi a inserção do lanche da tarde no serviço. Desde agosto, além do café da manhã e do almoço, o programa passou a oferecer o lanche da tarde. No Centro da cidade, os usuários têm acesso a café da manhã e lanche da tarde pelo valor de R$ 0,50 cada e almoço a R$ 1.     



Edição anterior (1516):
sexta-feira, 04 de janeiro de 2019
Ed. 1516:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1516): sexta-feira, 04 de janeiro de 2019

Ed.1516:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior