Edição anterior (1737):
terça-feira, 13 de agosto de 2019
Ed. 1737:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1737): terça-feira, 13 de agosto de 2019

Ed.1737:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

PSF Alto da Serra passa por reestruturação para aumentar atendimento

Unidade passará a funcionar até às 20h e contará com quatro equipes de saúde da família

Aos sábados, espaço ficará aberto de 8 às 12h

            O Posto de Saúde da Família (PSF) Frei Leão, do Alto da Serra passa por reestruturação e vai aumentar os atendimentos para a população da região. Em visita à unidade na manhã desta segunda-feira (12.08), o prefeito Bernardo Rossi foi verificar as melhorias já realizadas e acompanhar a implantação do projeto que amplia os serviços, a partir da extensão do horário de funcionamento e acréscimo de mais uma equipe de profissionais de saúde. A unidade que tem capacidade para 10.500 pessoas poderá atender até 14 mil usuários.  Ao todo, os usuários passarão a contar com 24 profissionais de saúde, sendo 4 médicos clínicos, 4 dentistas, 4 enfermeiros, 4 auxiliares de enfermagem, 4 técnicos e 4 auxiliares de saúde bucal. A partir da implantação do Programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, a unidade passará a funcionar de segunda a sexta, de 7h30 às 20h e aos sábados, de 8h às 12h.

            “Essa é mais uma importante vitória para a rede de saúde do município. Estamos garantindo mais atendimentos em atenção básica para a região. A população vai poder contar com mais profissionais e com horário estendido para o atendimento. Vamos levar esse modelo para outras regiões”, destaca o prefeito Bernardo Rossi, ressaltando que o PSF da Possi é a próxima unidade a ser habilitada com o Programa Saúde na Hora e funcionará nos mesmo moldes, com mais equipes e em horário estendido.

As alterações no funcionamento do PSF do Alto da Serra estão previstas para o próximo mês. A Secretaria de Saúde habilitou a unidade a funcionar com o programa Saúde na Hora, que garante a cobertura para o atendimento durante todo do dia. Até o momento, o PSF do Alto da Serra vinha funcionando de 7h30 às 16h30, somente de segunda a sexta-feira. “Agora vamos poder ampliar esse serviço e com uma equipe a mais vamos aumentar o território de cobertura da rede de atenção básica na região”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

O morador Jorge Gomes, de 58 anos é atendido com frequência pela unidade. “Atendimento aqui é perfeito, aqui nunca falta remédio, sempre consigo meus medicamentos aqui”, destaca. A aposentada Julia Maria Cochem, de 78 anos faz o acompanhamento médico para o controle da diabete na unidade. “Não tenho do que reclamar, sou diabética e consigo todo o meu atendimento de rotina. Agora, funcionando por mais tempo, vai ajudar muito as pessoas”, conta. A moradora Vanda de Oliveira Afonso, de 55 anos, também elogiou o atendimento e considera que a extensão do horário de funcionamento vai contribuir. “O aumento do horário de funcionamento vai ajudar as pessoas que trabalham”, considera.

O PSF do Alto da Serra tem capacidade de atender atualmente, com as três equipes de saúde, 10.500 pessoas. A partir de setembro, mais uma equipe será acrescida, o que ampliará os atendimentos para 14 mil pessoas da região. Ao todo, os usuários passarão a contar com 24 profissionais. Atualmente a unidade conta ainda com 16 Agentes Comunitários de Saúde, que levam os serviços para a as comunidades. Com a reestruturação, esse número pode chegar a 20.

Com o aumento de profissionais, possível com a implantação da quarta equipe de saúde, a unidade amplia o território de cobertura. A partir da reestruturação o PSF será referência da rede de atenção básica para toda região do Alto da Serra, estendendo os serviços para os moradores da Rua Teresa e fazendo divisa com as unidades de saúde do Meio da Serra (Lopes Trovão), Morin e 24 de Maio.

Toda a população local terá a oferta dos serviços de saúde por tempo prolongado. “Será um grande benefício para a população que contará com todos os serviços de saúde por mais tempo durante o dia. Assim, beneficiamos as pessoas que trabalham e só podem buscar os cuidados à noite”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

Programa Saúde na Hora aumenta carga horária das unidades

            A partir da adesão ao programa do Ministério da Saúde as unidades que funcionam com carga horária de 40 horas semanais, passam a oferecer atendimentos por 60 horas. Para manter essa extensão no funcionamento, a Secretaria de Saúde recebe um incremento repassado pelo Governo Federal. Atualmente, o município recebe R$ 25.850 mil e sendo habilitado para funcionar por mais tempo, o custeio passa a ser de R$ 57.616 mil mensais. Há um acréscimo de 122% da verba repassada ao município.



Edição anterior (1737):
terça-feira, 13 de agosto de 2019
Ed. 1737:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1737): terça-feira, 13 de agosto de 2019

Ed.1737:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior