Edição anterior (1579):
sexta-feira, 08 de março de 2019
Ed. 1579:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1579): sexta-feira, 08 de março de 2019

Ed.1579:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Policiais da 106ª DP de Itaipava e PRF desmantelam quadrilha de estelionatários

Uma quadrilha especializada em golpes do “bilhete premiado” e “saidinha de banco” foi desmantelada em uma operação da Polícia Civil, na manhã de quinta-feira. A ação também envolveu a Polícia Rodoviária Federal – PRF, responsável pela abordagem do veículo ocupado pelos suspeitos, na Rodovia BR-040.

Duas mulheres de 53 e 54 anos e um homem de 57 anos, todos oriundos da cidade de Nilópolis,  foram presos. Contra o grupo já havia mandados de prisões preventivas expedidos pela 2ª Vara Criminal de Petrópolis, pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

O homem já possuía ordem de prisão por condenação pelo crime de estelionato, em Duque de Caxias. O veículo que ocupavam, uma Fiat Uno, verde, apresentava sinais de adulteração de chassi e dentro dele foram encontrados diversos cartões bancários de diferentes nomes. Eles foram detidos quando chegavam a Petrópolis, por volta das 10h, para aplicar os golpes.

De acordo com a delegada Juliana Ziehe, titular da 106ª DP, nos últimos meses, os suspeitos já tinham feito diversas vítimas em todo o Estado do Rio de Janeiro. “Havia um inquérito instaurado para investigar o modo de operar do grupo. Foram analisadas as imagens de monitoramento de bancos e realizado auto de reconhecimento dos autores, que foram identificados pelas vítimas”, explicou  a delegada.

A investigação apurou que os autores abordavam as vítimas, sendo a maioria idosos, na saída do banco após saque de dinheiro e  as convenciam a deixar suas bolsas com dinheiro e outros objetos pessoais para ajudar na recuperação de pertences que simulavam ter perdido. Para ludibriar as vítimas, prometiam recompensas generosas.

As pessoas acabavam acreditando na conversa e saiam para ajudar a resolver alguma questão e quando retornavam sem encontrar locais indicados pelos bandidos, percebiam que haviam caído no golpe.  Quando retornavam ao local de origem, os autores já tinham fugido levando suas bolsas.

Segundo a polícia, ainda existe um quarto bandido, que não foi encontrado, mas está sendo procurado. No veículo, que ficou apreendido, foram achados ainda diversos depósitos falsos e documentos utilizados para a prática do golpe.

Redução de casos de estelionato

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública, o número de casos de estelionato em janeiro de 2019 foi menor quando comparado ao mesmo período do ano anterior. O índice revela uma redução de 16,67% dos casos registrados nas delegacias.

Avaliando as informações divulgadas pelo ISP, verifica-se que em 2018 houve um número maior de ocorrências de estelionato em comparação aos últimos três anos. No ano passado foram registrados 477 casos contra 376 em 2017, e 434 em 2016.

O perfil das vítimas deste crime em Petrópolis é, em sua maioria, de homens entre 30 e 45 anos. O grupo nessa faixa etária (incluindo mulheres) representa 161 dos casos registrados em 2018. Já os idosos acima dos 60 anos totalizam 123 das ocorrências feitas nas delegacias, sendo que a maioria das vítimas desse grupo é de mulheres, com o índice de 59,35% dos casos.



Edição anterior (1579):
sexta-feira, 08 de março de 2019
Ed. 1579:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1579): sexta-feira, 08 de março de 2019

Ed.1579:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior