Edição anterior (2202):
sexta-feira, 20 de novembro de 2020
Ed. 2202:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2202): sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Ed.2202:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral
 

Trezentos anos depois da morte de Zumbi dos Palmares, em 20 de novembro de 1695, acordamos com a notícia da morte de João Alberto Silveira Freitas. João foi espancado até a morte por 2 seguranças em um supermercado em Porto Alegre. A luta antirracista segue central e é urgente em nosso país.

O racismo é uma forma de violência. Uma concepção de mundo baseada na crença de superioridade racial de determinados indivíduos que lhes assegura privilégios em praticamente todas as esferas da vida. Diariamente, isso se traduz na violação e na privação de inúmeros direitos da população negra no Brasil.

Da discriminação traduzida no olhar do segurança da loja até um sistema de justiça com um peso e duas medidas dependendo da cor da nossa pele, passando pela baixíssima presença nos espaços de tomada de decisão – seja do setor público ou privado – o racismo também se traduz, literalmente, na diferença de acesso ao direito à vida.

A chance de um jovem negro ser assassinado no Brasil é quase 3 vezes maior do que a de um jovem branco. De acordo com dados do Atlas da Violência 2020, entre 2008 e 2018, enquanto os assassinatos de mulheres brancas diminuíram 11,7%, os assassinatos de mulheres negras aumentaram 12,4%.

Na luta por nossa democracia, enfrentar o racismo e todas as suas desigualdades e injustiças deve ser um compromisso assumido por cada um e por cada uma de nós. Reforçamos o coro da @coalizaonegrapordireitos: enquanto houver racismo, não haverá democracia.

As armas que a gente precisa são as que não matam. Desarme o racismo. Arme-se de justiça.

@naosomosalvo

Pressione agora: www.naosomosalvo.com.br

TEXTO: Ilona Szabó

 



Edição anterior (2202):
sexta-feira, 20 de novembro de 2020
Ed. 2202:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2202): sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Ed.2202:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior