Edição anterior (1669):
quinta-feira, 06 de junho de 2019
Ed. 1669:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1669): quinta-feira, 06 de junho de 2019

Ed.1669:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Reajuste no valor da gasolina ainda não chegou às bombas

Em um posto, valor da gasolina contrariou redução da Petrobras e aumentou 19 centavos

João Vitor Brum

 

Cinco dias após a Petrobras anunciar que o preço médio dos combustíveis seria reduzido nas refinarias, poucas mudanças positivas foram percebidas nos postos de Petrópolis, de acordo com uma pesquisa feita pelo Diário e números da Agência Nacional de Petróleo, Gás Nacional e Bicombustíveis (ANP). Nos postos visitados, o etanol apresentou média de aumento 13 centavos, enquanto a gasolina se manteve estável em dois e aumentou 20 centavos em um.

 As reduções seriam nos preços da gasolina e do diesel, de 7,16% e 6%, respectivamente, mesmo que, nas bombas, o resultado seja oposto: apenas o Posto Shell, localizado na Rua Bingen, número 1.560, apresentou queda nos valores após o anúncio, com exceção da gasolina, que se manteve em R$ 4,99.

No estabelecimento, o diesel apresentou queda de 2,74% (de R$ 3,649 para R$ 3,549) e o etanol teve seu preço reduzido em 2,38%, ou 10 centavos (estava em R$ 4,199 entre os dias 26/5 e o último sábado,1º, e R$ 3,99 nesta quarta-feira). Este foi o menor valor de etanol entre os três postos visitados pela reportagem. Os números da última semana têm como base a pesquisa divulgada pela ANP.

Segundo Paulo Sérgio Muniz, gerente do posto há mais de dois anos, os reajustes são passados quase que automaticamente ao consumidor, assim que chegam ao local.

- Os reajustes demoram a chegar, pois, após o anúncio, há todo um processo até que esse combustível chegue às bombas. Quando a gente recebe o produto, já com o novo valor na nota, damos o aumento ou a redução automaticamente. Geralmente, os reajustes de etanol e diesel chegam mais rápido para o consumidor. Nesta quinta-feira, por exemplo, receberemos gasolina. Vindo a redução para nós, o preço já cai no mesmo dia – explicou Paulo Sérgio.

Por outro lado, o Posto Ipiranga, localizado no número 2.170 da Rua Bingen, apresentou aumento nos preços de todos os combustíveis, sendo o maior no preço da gasolina.

Na última semana, o combustível custava R$ 4,99, e, na pesquisa realizada pelo Diário nesta quarta, estava R$ 5,19, um aumento de 4%. O Diesel S10 aumentou 13 centavos, ou 3,44% do valor anterior, chegando a R$ 3,89, enquanto o etanol cresceu 2,5%, um total de 10 centavos, atingindo R$ 4,09.

No posto BR, que fica na Rua Montecaseros, número 101, a gasolina se manteve estável, mas possui, junto do posto Ipiranga, o maior valor entre os postos visitados, acima da média da cidade, que é de R$ 5,09, de acordo com a ANP.

O maior aumento desta pesquisa foi registrado no posto, no Diesel S10. O valor do combustível aumentou em R$ 0,20, ou 5,42%, chegando a R$ 3,89, o maior valor do comparativo, também junto do posto Ipiranga. A média da cidade é de R$3,79. Vale ressaltar que o valor do diesel no posto Shell, de R$ 3,54, vale para o combustível comum, e não o S10, como nos outros estabelecimentos.

Para o gerente do posto BR, Daniel Tavares, que trabalha na rede há seis anos e há 10 meses no local, muitas vezes o anúncio ao público realizado pelas refinarias dá ao público a impressão de que o reajuste será imediato.

- Já abaixamos o valor por pressão dos clientes, que viam na televisão e na mídia no geral que vai haver reajuste. A questão é que a pessoa não entende que não é assim, instantâneo. Enquanto o anúncio é feito, temos todo um estoque que foi comprado no valor anterior, além do fato de que a própria bandeira não passa o reajuste tão rápido – disse Daniel, que informou que o posto recebe, em média, três abastecimentos de gasolina por semana.



Edição anterior (1669):
quinta-feira, 06 de junho de 2019
Ed. 1669:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1669): quinta-feira, 06 de junho de 2019

Ed.1669:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior