Edição anterior (1914):
quinta-feira, 06 de fevereiro de 2020
Ed. 1914:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1914): quinta-feira, 06 de fevereiro de 2020

Ed.1914:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Recuperação do Centro Administrativo da Prefeitura deve começar nos próximos dias

 Área incendiada segue isolada e a parte elétrica está neutralizada, de acordo com a PMP


Philippe Fernandes


O foco de incêndio que consumiu o Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde e inutilizou parte do Centro Administrativo Frei Antonio Moser, na Avenida Barão do Rio Branco, completa um mês nesta sexta-feira. Neste período, duas secretarias que funcionavam no local buscaram outros espaços. De acordo com a Prefeitura, porém, a recuperação da parte afetada deve começar em breve.

Ontem (5), por meio de nota, o governo municipal informou que a parte elétrica está neutralizada. A limpeza da área do foco do incêndio - que segue isolada - deve terminar nos próximos dias e, a partir daí, as obras de recuperação do imóvel devem começar. O município também garantiu que tomou todas as providências em consonância com o que diz a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. Outra medida importante destacada pela Prefeitura é a atualização da licença de funcionamento do espaço junto ao Corpo de Bombeiros.

Enquanto a recuperação não começa, ações de orientação aos funcionários e gestores estão sendo realizadas. Na sexta-feira passada (31/1), o comandante do 15º Grupamento de Bombeiro Militar, tenente-coronel Gil Kempers, vistoriou o espaço e concedeu uma palestra sobre a importância da cultura de prevenção aos incêndios para os servidores municipais.

Questionada, a Prefeitura não respondeu sobre o cálculo do prejuízo, uma vez que se perderam documentos, computadores e outros equipamentos fundamentais para o trabalho dos funcionários. O Diário também perguntou sobre uma possível mudança de local do Centro Administrativo, ação que chegou a ser ventilada na imprensa por secretários municipais, mas, no entanto, também não houve resposta sobre isso.


Secretarias funcionam em outros espaços


Após o incêndio, as estruturas de atendimento ao cidadão se acomodaram em outros prédios próprios ou em locais alugados pelo município. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por exemplo, passou a funcionar no Centro de Moda do início da Rua Teresa - inclusive com o Espaço Empreendedor e os Departamentos de Agricultura; Ciência e Tecnologia; e Trabalho e Renda, este último que já funcionava no local.

A Secretaria de Meio Ambiente - que oferece serviços como licenciamento, autorização e certidão ambiental, além das denúncias de crime ambiental e pedidos de avaliação em árvores e terrenos - está na Avenida Koeler, 87, no mesmo casarão onde funcionou o Centro de Referência em Educação Inclusiva, recentemente transferido para a Rua Buenos Aires.

Outras secretarias, que funcionam em áreas distantes do local do incêndio, seguem no Centro Administrativo. São os casos de Administração e Recursos Humanos; Obras e Habitação, além da Assistência Social - que foi deslocada e está onde funcionava a Secretaria do Meio Ambiente.


O Centro Administrativo


O Centro Administrativo funciona no mesmo prédio onde já passaram a Universidade Estácio de Sá e o Colégio Anglo-Americano, no final da Avenida Barão do Rio Branco. O local tem 55 salas distribuídas em três andares, em um espaço de 4,8 mil metros quadrados. O espaço começou a operar como sede administrativa de parte da Prefeitura em 2016, com o objetivo de reduzir despesas e reunir em um só local diversas estruturas de governo.

 

 



Edição anterior (1914):
quinta-feira, 06 de fevereiro de 2020
Ed. 1914:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1914): quinta-feira, 06 de fevereiro de 2020

Ed.1914:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior