Edição anterior (1765):
terça-feira, 10 de setembro de 2019
Ed. 1765:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1765): terça-feira, 10 de setembro de 2019

Ed.1765:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Registro de assassinatos em Petrópolis caiu 59% em 2019

Polícia intensifica ações de combate a crimes violentos na cidade

 

Leticia Knibel - Especial para o Diário

O número de mortes violentas em Petrópolis apresentou queda no primeiro semestre de 2019, segundo informações do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP). A estimativa segue o panorama nacional, no qual foi avaliada a redução em 22% de crimes como homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, de acordo com dados do Monitor da Violência.

 

No município, o índice de assassinatos registrou queda de 59% em comparação com o mesmo período de 2018 (de janeiro a junho), quando foram cometidos 22 homicídios na região. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de assassinatos vêm apresentando redução nos índices em todo o país, sendo que 2018 entrou para série histórica após 11 anos de aumento de crimes violentos.

Um dos casos que mais chamou a atenção foi o triplo homicídio ocorrido em julho deste ano, em Araras, no distrito de Itaipava. Na ocasião, três homens de 21, 25 e 26 anos foram assassinados a tiros na Comunidade Vista Alegre. Segundo informações da Polícia Civil, as vítimas eram investigadas por tráfico de drogas, e havia ainda um mandado de prisão pelo mesmo crime para um dos envolvidos.

Para o Major José Zeumo, do 26º Batalhão de Polícia Militar de Petrópolis, os dados positivos são resultado das ações realizadas pela corporação no município, principalmente as apreensões de drogas e cumprimentos de mandados de prisão.

- O trabalho da polícia é constante, visto que temos viaturas em patrulhamento pela cidade diariamente, em todos os horários. Além disso, aumentamos o policiamento estratégico com seis viaturas no Centro durante a madrugada, bem como as blitz à tarde e à noite. Há ainda o trabalho integral com a Polícia Civil, que tem resultado na prisão de acusados de homicídio, por meio da identificação e monitoramento dos criminosos, através do trabalho realizado pelo setor de inteligência - explica o major.

Com relação aos crimes de latrocínio e lesão corporal seguida de morte, os índices não apresentaram variação relevante, já que o município possui taxas baixas  - entre 0 e 1 - dependendo do ato criminoso.

Acidentes de trânsito

Como já havia sido divulgado pelo Diário de Petrópolis, os índices de violência no trânsito têm aumentado no município, principalmente os que envolvem motocicletas. De acordo com informações da Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa, apenas nos primeiros sete meses de 2019, foram atendidas 329 vítimas na unidade de saúde, em estado moderado ou grave, decorrentes a acidentes de moto.

Apesar do alto número registrado, o ISP informa que o crime de homicídio culposo no trânsito apresentou redução de 36% este ano, em comparação ao primeiro semestre de 2018. Ao todo, foram nove delitos do tipo registrados em 2019 nas delegacias do município, contra 11 no ano anterior.

Estado do Rio

Ainda de acordo com o Monitor da Violência, o estado do Rio de Janeiro foi o segundo a registrar queda no número de mortes violentas, ficando atrás apenas do Ceará.

Segundo o ISP, o índice de homicídios dolosos apresentou redução de 22% entre janeiro a junho de 2019, em comparação com o ano anterior. As políticas públicas de combate a violência realizadas pelo Governo Federal foram fundamentais para a queda dos números de crimes violentos, tais como: ações mais rígidas em prisões, isolamento ou transferência de chefes criminosos para presídios de segurança máxima, aumento de operações do serviço de inteligência, dentre outros.

Já os dados referentes a crimes de latrocínio contabilizam 67 registros em todo o estado no primeiro semestre de 2019, contra 102 no mesmo período de 2018. Ou seja, uma redução de 34% de roubos seguidos de morte.

As informações referentes a lesão corporal seguida de morte também revelam redução de tais ações criminosas: foram 17 crimes registrados nas delegacias do estado em 2019, contra 27 no ano passado (entre janeiro e junho).



Edição anterior (1765):
terça-feira, 10 de setembro de 2019
Ed. 1765:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1765): terça-feira, 10 de setembro de 2019

Ed.1765:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior