Edição anterior (2195):
sexta-feira, 13 de novembro de 2020
Ed. 2195:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2195): sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Ed.2195:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Reinaldo Paes Barreto
COLUNISTA

 

 

Le Beaujolais est arrivé (1)

Nesta terceira quinta-feira de novembro, como há quase 70 anos, será lançado o Beaujolais Nouveau 2020. Não só na França, mais em mais de 100 países.


  Le Beaujolais Nouveau est arrivé

É uma distribuição “militarmente” planejada. Milhares de pessoas se reúnem à meia-noite e um minuto para prová-lo. Mas nunca antes. Contam que em um certo novembro o Mitterrand recebeu o primeiro-ministro alemão numa terça-feira imediatamnente anterior à 3`quinta-feira do lançamento e resolveu surprêende-lo, convidando-o para uma prova antecipada do Beaujolais. Não conseguiu, (quebrou a cara), mesmo sendo presidente da França!


 Mitterrand e Helmuth Kohl

Um gole de história.

O vinho Beaujolais é produzido com 100% da uva Gammay. E ao contrário do ciclo milenar da absoluta maioria dos vinhos -- colheita, prensagem, vinificação, armazenamento (mais de um ano), engarrafamento e distribuição no ano seguinte, ou mais tarde -- um punhado de produtores de Lyon decidiu, desde 1951, pular essa etapa. E acertaram no milhar!

Na sequência, bolaram uma jogada de marketing espetacular: fixaram uma data fixa (imexível!) para a distribuição dos Beaujolais no mundo. Sempre, sempre, na terceira quinta-feira de novembro.

E ele é o que é: um vinho jovem, “não morde, é uma espécie de caramelo de vinho”, como disse um crítico bem francês. Tem uma cor vioeta, tipo olhar da Elizabeth Taylor, e gosto de frutas do campo, com predomínio de amoras, framboesas, cassis e morango. E em alguns anos sente-se “lá longe”, no final da boca, um retrogosto de banana, por conta da terebentina.


 olhar da Elizabeth Taylor

Ou seja, um vinho para ser apreciado quase frio (10 a 12graus), sem muito papo. Numa mesa de restaurante (de preferência ao ar livre), ou na beira da piscina, ou num piquenique chique…

Aliás, se eu fossse o publicitário encarregado da conta desse vinho, em vez do grito de guerra - “Le Beaujolais Nouveau est arrivé” – eu escrevia simplesmente: Le Beaujolais, tout court.

 



Edição anterior (2195):
sexta-feira, 13 de novembro de 2020
Ed. 2195:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2195): sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Ed.2195:

Compartilhe:

Voltar:

Veja também:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior