Edição anterior (1757):
segunda-feira, 02 de setembro de 2019
Ed. 1757:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1757): segunda-feira, 02 de setembro de 2019

Ed.1757:

Compartilhe:

Voltar:


  Política

 Reprovação de Bolsonaro sobe para 38%, diz Datafolha
 

 


Pesquisa revela aumento de 5 pontos percentuais na parcela da população que considera o governo ruim ou péssimo, superando os 29% que aprovam a gestão. Entre as regiões, pior avaliação é registrada no Nordeste.Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha nesta segunda-feira (02/09) aponta que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro aumentou 5 pontos percentuais desde o último levantamento realizado no início do mês de julho, com o percentual de pessoas que avaliam o governo como ruim ou péssimo chegando a 38%.

 
Percentual dos que avaliam o governo de Jair Bolsonaro como ruim ou péssimo chegou a 38%, segundo Datafolha

Ao noticiar os resultados da pesquisa, o jornal Folha de S. Paulo destaca que os últimos dois meses foram marcados por uma crise internacional gerada pelasqueimadas na Amazônia, Bolsonaro batendo de frente com o ministro da Justiça, Sergio Moro, e a indicação de Eduardo Bolsonaro para o posto de embaixador dos EUA.

A radicalização do discurso do presidente em relação a uma variedade de temas e seus comentários em relação à região Nordeste do país também podem estar ligados ao aumento das avaliações negativas.

A rejeição ao presidente foi bastante alta no Nordeste (52%), entre a população negra (51%), os desempregados (48%) e as mulheres (43%). O maior percentual de avaliações negativas foi registrado entre os que se declaram ateus (76%).

Os números negativos também prevaleceram entre os mais pobres, com renda de até 2 salários mínimos (22%), a população com idade entre 16 a 24 anos (24%) e os que cursaram apenas o ensino fundamental (26%).

A aprovação ao governo foi particularmente grande entre os empresários (48%), evangélicos neopentecostais (46%), brancos (36%) e homens (33%). Entre as regiões do país, o maior apoio foi observado no Sul e no Centro-Oeste (37% cada).

A maioria dos eleitores que votaram em Bolsonaro no segundo turno das eleições em 2018 (57%) avalia o governo como bom ou ótimo. Já entre os que votaram no petista Fernando Haddad, a reprovação é de 69%.

O Datafolha ouviu 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios,nos dias 29 e 30 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.



Edição anterior (1757):
segunda-feira, 02 de setembro de 2019
Ed. 1757:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1757): segunda-feira, 02 de setembro de 2019

Ed.1757:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior