Edição anterior (1674):
terça-feira, 11 de junho de 2019
Ed. 1674:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1674): terça-feira, 11 de junho de 2019

Ed.1674:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidadania

Secretaria de Assistência Social começou a Operação Inverno 

Abordagens a pessoas em situação de rua serão reforçadas até o dia 1º de setembro

 

 

          Começou  segunda-feira (10) a Operação Inverno. Até o dia 1º de setembro, as equipes da Secretaria de Assistência Social intensificarão a abordagens a pessoas em situação de rua pela cidade. O objetivo é oferecer abrigo durante as noites de frio intenso. As vagas do Núcleo de Integração Social (NIS), no Alto da Serra, foram ampliadas para o acolhimento da população em vulnerabilidade. Mais 18 leitos foram criados na unidade, que contou com a parceria Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias para a instalação das tendas na área externa do prédio.

As equipes intensificarão as abordagens noturnas por toda a cidade. A Secretaria de Assistência Social realiza um trabalho diário para o atendimento a pessoas em vulnerabilidade. Através do NIS é feito o acolhimento de cerca de 70 pessoas e no Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua (Centro Pop), Rua Souza Franco – Centro, é feito o atendimento aos acolhidos na Operação e a cerca de 130 pessoas que buscam o serviço mensalmente. A abordagem noturna já é uma prática da equipe, que nesta época, reforça a orientação para que as pessoas não durmam nas ruas e se dirijam até o NIS para passar a noite.

Pelos telefones 2242-4554 e 2246-8742 a população pode fazer com o Centro Pop e com o NIS para alertar a existência de pessoas em vulnerabilidade pelas ruas. “A cidade já enfrenta noites de temperaturas muito baixas, vamos intensificar as ações para prestar auxílio à população que estiver dormindo pelas ruas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. Ano passado 1.178 pernoites foram oferecidos na estrutura montada no NIS. No local, além de ambiente aquecido para passar a noite, as pessoas acolhidas receberão lanche à noite, café da manhã e contarão com estrutura para higiene pessoal. 

“Nessa época do ano intensificamos as ações realizadas para tentar tirar as pessoas das ruas. A partir da abordagem à noite é possível dar continuidade ao atendimento nas nossas unidades especializadas”, destaca a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

As abordagens pelas ruas fazem parte da rotina das equipes. Desde o início do ano, 2.109 abordagens foram feitas pela cidade. Durante as ações pelas ruas é oferecido todo o suporte existente no município para a pessoa que quiser, deixe de viver em situação de rua. O primeiro passo é, havendo o consentimento da pessoa, realizar o acolhimento inicial no Centro Pop, onde as pessoas recebem os cuidados básicos iniciais para a higiene e alimentação. Todos os dias, incluindo sábado, domingo e feriados, os usuários recebem alimentação e podem usar o local para armazenar os pertences e tomarem banho.

As pessoas que forem acolhidas durante o inverno para o pernoite, serão orientadas a buscarem atendimento no Centro Pop durante o dia. No local, as pessoas ainda serão orientadas a buscar a reinserção por meio de ingresso ao mercado de trabalho, retorno ao convívio familiar, inserção em cursos profissionalizantes, encaminhamento para a rede de saúde, participação de ações motivacionais, entre outros.



Edição anterior (1674):
terça-feira, 11 de junho de 2019
Ed. 1674:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1674): terça-feira, 11 de junho de 2019

Ed.1674:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior