Edição anterior (1961):
terça-feira, 24 de março de 2020
Ed. 1961:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1961): terça-feira, 24 de março de 2020

Ed.1961:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

 
 

Secretaria de Estado de Saúde muda estratégia de vacinação contra a gripe

Petrópolis mantém calendário

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) mudou, nesta terça-feira (24/03) a estratégia de vacinação contra a gripe. O público-alvo, nesta atual fase da campanha nacional, são os idosos e profissionais da saúde. O esquema, dividido por faixas etárias, começa a valer nesta quarta-feira (25/03) e deve ser seguido por todos os 92 municípios fluminenses. A SES esclarece que a competência de entrega de vacinas aos estados é do Ministério da Saúde; aos estados, por sua vez, compete distribuir aos municípios.

“Por causa do coronavírus, houve uma corrida desenfreada aos postos de saúde. Essa adaptação foi motivada para preservar a população, que não deve se aglomerar enquanto espera para ser vacinada”, explicou o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos.

Porém, Petrópolis vai manter seu calendário, pois já havia antecipado a imunização para os idosos acima de 80 anos. Portanto, fica assim definida a vacinação no município:

VACINAÇÃO EM PETRÓPOLIS

Idosos acima de 80 anos – a vacinação teve início no dia 23, segunda-feira, e está subdividida em duas categorias. Idosos que residem próximos a unidades de Postos de Saúde da Família (PSF) terão a visita domiciliar de agentes de saúde e equipes técnicas. Aos que não possuem PSF na vizinhança, a Prefeitura disponibilizou o número 0800 092 1234, para que seja agendada uma visita domiciliar para a vacinação.

 

Idosos entre 70 e 79 anos – a vacinação vai ocorrer entre os dias 23 e 27 de março em 40 postos abertos por todo o município.

Idosos entre 60 e 69 anos – data para vacinação marcada entre os dias 30/03 e 08/04 nos mesmos 40 postos abertos por todo o município. Em todos os casos a vacinação vai ocorrer entre 08h e 16h.

Funcionários da Saúde – serão vacinados em qualquer data, sempre entre 17h e 19h nas unidades que já trabalham no terceiro turno. São elas Retiro, Itamarati, Centro de Saúde, Quitandinha, Mosela, Independência, UBS Itaipava, Alto da Serra, Posse e Pedro do Rio.

Outra novidade é a vacinação por Drive-Thru, a partir desta quarta-feira (25). A atividade consiste em pontos fixos no Hotel Quitandinha e no Parque Municipal, em Itaipava, onde serão atendidas, exclusivamente, pessoas que estiverem de carro, das 9h às 15h, obedecendo o calendário separado por idade.

“Os locais serão montados juntos ao meio fio para que os automóveis encostem, os passageiros recebam a vacina de acordo com idades e datas, e saiam em seguida”, frisou a secretária de saúde, Fabíola Heck.

A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Lembrando que não imuniza contra o coronavírus.


Casos no estado

Em 2020, o estado do Rio de Janeiro registrou 121 casos de influenza/SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e 3 casos de H1N1, sem registro de óbito. Já no ano passado, foram 2.432 casos de influenza/SRAG e 168 casos de H1N1, com 62 óbitos.


A doença

A gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocada pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão. Provoca febre, tosse, coriza, dores de cabeça e garganta e pode matar.

Principais sintomas

Inicia-se com febre, dor no corpo, e tosse seca. Normalmente, tem evolução por tempo limitado, durando de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave, podendo levar a óbito.

 

 



Edição anterior (1961):
terça-feira, 24 de março de 2020
Ed. 1961:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1961): terça-feira, 24 de março de 2020

Ed.1961:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior