Edição anterior (1787):
quarta-feira, 02 de outubro de 2019
Ed. 1787:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1787): quarta-feira, 02 de outubro de 2019

Ed.1787:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Secretaria de Saúde apresenta resultados do quadrimestre com aumento em atendimentos na rede de atenção básica

Trabalho de prevenção da saúde alcança índices positivos na rede

 

            Um aumento de 20,7% na oferta de serviços da rede de atenção básica de saúde foi o que a Secretaria de Saúde apresentou em audiência na Câmara de Vereadores, na noite desta segunda-feira (30.09). Os resultados de todas as atividades foram divulgados na casa legislativa em evento que foi aberto para toda a população. Nos quatro últimos meses foram realizadas 114.926 mil consultas médicas, com enfermeiros e em odontologia da rede primária, um número maior que nos primeiros quatro meses do ano que somaram 95.200 mil atendimentos.

            O acréscimo na oferta de serviços é reflexo da ampliação de equipes e novas unidades inauguradas. No período avaliado foram reestruturados os atendimentos das UBSs Alto Independência e Menino Jesus de Praga, no Bingen e PSF Alto da Serra, que passaram a contar com mais profissionais de saúde ou extensão no horário de funcionamento. A rede também ampliou o número de consultas e procedimentos por conta das novas UBSs da Posse a Araras, inauguradas no início do ano e já mostram resultados com maior número de atendimentos. “Os números desse segundo quadrimestre refletem os trabalhos que vêm sendo feitos para fortalecer os serviços da rede de atenção básica, que focam na promoção da saúde e prevenção de doenças’, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

            Para todos os tipos de serviços houve aumento. A odontologia foi a área que mais registrou acréscimo nos atendimentos, com 51% de aumento nos últimos quatro meses. Foram 7.402 consultas a mais com os profissionais das unidades básicas de saúde e com as áreas de especialidade, nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) do Centro e Corrêas. Em consultas médicas o aumento foi de 17%, com 62.175 atendimentos, ante 53.271 do período anterior; em enfermagem houve acréscimo de 12,5%, com 3.420 atendimentos a mais que os 27.416 ofertados anteriormente.

            “Esse é o resultado de toda a estrutura que a rede oferece atualmente. Estamos melhorando e ampliando os serviços, unidades e equipes. Todo o planejamento que começamos a fazer na nova gestão começa a dar resultados, gerando mais acessibilidade e consequentemente assistência para os usuários da rede pública de saúde”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck. A ampliação nos atendimentos se estende por toda a rede, além das unidades básicas de saúde, as especialidades e emergência mantiveram altos índices de oferta.

            Em toda a rede pública foram 215.491 atendimentos, o que representa 7,69% a mais que quatro meses anteriores. Na rede de atendimento especializado, que são os atendimentos no Ambulatório do Hospital Alcides Carneiro, no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), na Clínica de Especialidade Maria Célia Machado e em serviços conveniados. Foram 42.439 atendimentos, 13% a mais, com profissionais de ortopedia, proctologia, dermatologia, cardiologia, otorrinolaringologia, ginecologia, pediatria, oftalmologia, endocrinologia, urologia, entre outros. No período anterior foram feitas 37.557 consultas. A área de urgência e emergência, das unidades hospitalares e UPAs Centro e Cascatinha, manteve o mesmo índice de suporte, com o acréscimo de 1%. “Esses índices estão bastante positivos. O foco é estruturar a rede de atenção básica para que as pessoas passem a fazer o acompanhamento de rotina, para um cuidado preventivo com a saúde evitando o agravamento do quadro clínico”, destaca a secretária de Saúde.

            O departamento de atenção básica que realiza o atendimento nas 54 unidades de saúde registrou aumento de 80% no número de procedimentos realizados. Foram quase 140 mil nos últimos quatro meses, ante cerca de 76 mil no primeiro quadrimestre. A estruturação das equipes nas unidades garantiu o aumento de 20% no número de atendimentos com profissionais de nível superior, o que representam cerca de 115 mil consultas. No primeiro quadrimestre foram cerca de 77 mil. O planejamento da Secretaria de Saúde prevê ampliação ainda maior para essa gestão, quando ainda estão previstas novas unidade da rede de atenção básica para o Bingen, Caxambu e Corrêas.



Edição anterior (1787):
quarta-feira, 02 de outubro de 2019
Ed. 1787:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1787): quarta-feira, 02 de outubro de 2019

Ed.1787:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior