Edição anterior (2129):
terça-feira, 08 de setembro de 2020
Ed. 2129:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2129): terça-feira, 08 de setembro de 2020

Ed.2129:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Servidão na Rua Paulista carece de pavimentação

Melhorias no local já são aguardadas por 16 anos  

Camila Caetano   -  especial para o Diário 

 Há cerca de 16 anos os moradores da servidão José da Costa C. Filho, na Rua Paulista (Praça Pasteur) vem lutando pelas manutenções que o caminho necessita. Por lá, o trecho que é dividido entre ladeiras e escadarias sofre com a falta dos serviços de pavimentação, roçada e capina, retirada de entulhos pelas calçadas, e, dado a soma desses fatores, com a proliferação de animais peçonhentos.

No local os matos crescem bastante à beira do caminho, visto que o mesmo é de terra. Devido a isso, é comum encontrar animais peçonhentos em terrenos da região. Também há o descarte irregular de entulhos, no entanto, todos esses problemas são solucionados por moradores do local. Nesta servidão, a irregularidade que mais afeta aos residentes continua sendo a falta de pavimentação, que deixa a mesma muito escorregadia, e prejudica o tráfego por lá.

Uma cidadã que mora no local e não quis ser identificada, diz que em 16 dos seus 26 anos, assiste aos seus familiares e vizinhos fazendo abaixo assinados para reivindicar tais melhorias. No entanto, os mesmos ainda não obtiveram sucesso.

- Há muito tempo toda a Rua Paulista vem precisando de manutenções. Ela é de paralelepípedo, escorrega tanto pra quem está de carro e não consegue subir nas partes mais íngremes, quanto para quem está a pé. Eu mesma já caí com meu filho de colo por lá. Mas na servidão José da Costa C. Filho a situação é pior, pois nem pavimentação ela tem. Desde que eu tinha 10 anos de idade, vejo a vizinhança fazer abaixo assinado pedindo pelas melhorias – disse a cidadã. Ela continuou:- podiam pelo menos jogar um cimento por aqui, por quê as condições do caminho são muito precárias. Onde tem terra, tem mato. Onde tem mato, tem bicho. E assim vai – contou a moça, salientando que muitas vezes seu pai faz um serviço de roçada e capina por lá.



Edição anterior (2129):
terça-feira, 08 de setembro de 2020
Ed. 2129:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2129): terça-feira, 08 de setembro de 2020

Ed.2129:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior