Edição anterior (2096):
quinta-feira, 06 de agosto de 2020
Ed. 2096:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2096): quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Ed.2096:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Sinalização da CicloRota começa a ser feita na próxima semana

A CPTRANS vai começar o processo de sinalização e demarcação vertical/horizontal de áreas compartilhadas da CicloRota, que garantem a passagem dos ciclistas em segurança em uma extensão do Centro Histórico. A ação está prevista para ser iniciada na próxima semana, no trecho que compreende a Rua do Imperador, Rua da Imperatriz, Avenida Koeler e Dr. Nelson de Sá Earp. Nesse modal, os motoristas precisam estar atentos e manter o distanciamento lateral de 1,5 metros do ciclista que estiver utilizando a faixa compartilhada, conforme determina o art. 201 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que ainda prevê a redução de velocidade quando for necessária a ultrapassagem sob uma bicicleta.    

A CicloRota representa o melhor caminho para se trafegar em bicicleta. Costumam ser sinalizadas em caminhos e vias que já existem. A sinalização atua tanto para indicar aos ciclistas quais as melhores ruas para se utilizar, quanto para torná-las ainda mais seguras, diminuindo a velocidade dos automóveis e estimulando o compartilhamento das vias.

O projeto já foi apresentado ao prefeito Bernardo Rossi em junho e ao Comutran, com amplo debate feito por organizações e representantes que defendem a utilização da bicicleta como principal modal de transporte. Cerca de 10 mil pessoas na cidade utilizam a bicicleta e quase 300 pessoas usam como meio de transporte fixo. Vale reiterar que esse meio de transporte apresenta, entre outras vantagens, baixo custo para o usuário, maior autonomia e melhor mobilidade, além de ter menor impacto no trânsito e para o meio ambiente.

“O uso da bicicleta se torna cada vez mais importante em grandes centros urbanos. Esse projeto está em consonância ao desejo de muitos ciclistas. São muitas vantagens que esse modal traz, e com esse início da ciclorota, tenho certeza, vai trazer muitos benefícios para uma nova visão de transporte”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

“Estamos com a perspectiva de investir em novos modais de transporte. A bicicleta é uma das soluções viáveis, para evitar um abarrotamento que inviabilize o trânsito dentro da cidade. A ciclorota é um expediente viável. Tenho certeza que vamos avançar nesse quesito”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

 



Edição anterior (2096):
quinta-feira, 06 de agosto de 2020
Ed. 2096:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2096): quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Ed.2096:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior