Edição anterior (1488):
sexta-feira, 07 de dezembro de 2018
Ed. 1488:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1488): sexta-feira, 07 de dezembro de 2018

Ed.1488:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Taxista de 80 anos reage a assalto e bandido pula de carro em movimento 

Crime aconteceu nas proximidades do Parque Cremerie; motoristas são alvos de ataques

Um adolescente de 16 anos foi apreendido pela Polícia Militar depois de tentar assaltar, utilizando uma faca, um idoso de 80 anos, motorista de táxi.  O crime aconteceu nas proximidades do Parque Cremerie, na Estrada do Independência. O bandido fugiu sem levar nada, com o carro em movimento.

A vítima relatou a polícia que o adolescente havia pedido uma corrida para a região do Independência, por volta das 10h15. Quando passavam em frente ao Parque, o garoto empunhou a faca e chegou a encostar o objeto no pescoço do taxista que, assustado, ao invés de parar, acelerou o veículo.

Surpreendido com a reação do idoso, o adolescente abriu a porta do veículo e pulou sem levar nenhum pertence do idoso. A Polícia Militar foi acionada e iniciou diligências pela região. O garoto foi localizado instantes depois, correndo pela Rua General Rondon.

Reconhecido pela vítima, ele foi apresentado na 105ª DP, sendo autuado por ato infracional ao crime de assalto e seria apresentado à Vara da Infância e Juventude. 

Assaltos são constantes 

Os assaltos são uma realidade que tira a tranquilidade dos taxistas de Petrópolis. Somente neste ano, pelo menos sete casos foram registrados.

A ação mais recente aconteceu na quinta-feira passada (29/11), na Rua Campos, na região do Quitandinha. Para render o motorista, uma mulher de 26 anos encostou uma navalha no pescoço da vítima e exigiu todos os pertences. Policiais militares foram acionados pela vítima e fizeram ronda, encontrando a suspeita na Rua Rio de Janeiro. Ousada, ela confessou o crime extra-oficialmente e chegou a dizer que, "se soubesse que seria localizada, teria golpeado" o condutor.

Cinco dias antes do assalto no Quitandinha, dois bandidos armados levaram um Fiat Grand Siena de um condutor de 54 anos, durante corrida em direção ao bairro Cascatinha. Os criminosos levaram também um aparelho celular, documentos pessoais e R$ 150, referentes à féria do dia.

Em julho, um taxista de 47 anos sofreu um acidente após um assalto na comunidade do Boa Vista. O assaltante se passou por passageiro e pediu uma corrida, por volta de 4h. O motorista perdeu a direção durante a ação criminosa, próximo à Rua da Represa, e o carro caiu na ribanceira. Moradores acionaram as forças de segurança.

O taxista relatou que tudo aconteceu muito rápido e com o carro ainda em movimento. Ele pediu a carteira, celular e pertences pessoais. Em seguida, abaixou para pegar o dinheiro embaixo do tapete e, quando levantou, bateu com a cabeça no volante do carro. Nesse momento, o condutor perdeu a direção e o carro caiu na ribanceira. O profissional ficou ferido, mas o assaltante conseguiu fugir pelo vidro do carro.

No mesmo mês, um taxista foi esfaqueado por bandidos após se recusar a realizar uma corrida para a Rua Teresa.  Os dois homens abordaram o motorista na Rua Visconde de Souza Franco por volta das 5h, onde solicitaram uma corrida para o polo de modas.  Após o condutor recusar a corrida, os dois criminosos agrediram o motorista com cinco facadas. Os agressores fugiram e o taxista seguiu dirigindo sozinho para a UPA do Centro, onde recebeu ajuda. Outro caso do mesmo mês foi referente a um condutor, rendido por um assaltante na Rua Hermogênio Silva. Dinheiro e telefone celular foram levados do homem, de 59 anos. A dinâmica foi parecida: o homem se passou por passageiro e o anúncio do roubo aconteceu próximo à entrada do bairro Carangola. O criminoso ordenou que o motorista deixasse as chaves na ignição, saísse do carro e descesse a rua correndo. O bandido deixou o veículo abandonado na Estrada do Cascatinha.

Em maio, a vítima foi um homem de 54 anos, no Taquara. O assalto ocorreu na Rua da Igrejinha. Foram levados dois telefones celulares e R$ 200 em dinheiro. O táxi foi abordado por dois homens armados quando entrava na rua. O passageiro, que deu o endereço como destino, saiu do carro no momento em que o táxi foi abordado.

Em março, um crime ocorrido em Pedro do Rio revelou uma audácia ainda maior: o assalto foi em plena luz do dia. O bandido embarcou no táxi no Centro, e, quando estava a 100 metros da passarela próxima à entrada da comunidade Vila Rica, encostou a faca na barriga do condutor do táxi, de 66 anos.

 

 



Edição anterior (1488):
sexta-feira, 07 de dezembro de 2018
Ed. 1488:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1488): sexta-feira, 07 de dezembro de 2018

Ed.1488:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior