Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Terceira Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa acontece no próximo sábado 

Com o objetivo de construir propostas voltadas para a proteção e direitos da pessoa idosa nas políticas públicas, a III Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa acontece sábado (11.05), às 8h30 na Universidade Estácio de Sá, no Bingen. O encontro, que tem o tema “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, irá fortalecer ações embasadas na Política Nacional do Idoso e Estatuto do Idoso, para serem apresentadas na Conferência Estadual. O credenciamento será no dia, antes do início do evento, com apresentação de um documento com foto.

A conferência inicia com a apresentação do tema, em seguida é realizada a leitura e aprovação do regimento interno. Toda a reunião acontece com a presença dos membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDDPI). A reunião para às 12h, para o almoço, e retorna às 13h.

“Estamos focados nas ações de fortalecimento dos direitos dos idosos, sempre zelando com muito respeito esta classe que é vulnerável e precisa muito da nossa atenção. A Conferência Municipal é o momento onde novas ideias e melhorias surgem, e viram propostas que serão encaminhadas para a Conferência Estadual. E tudo feito de forma bem democrática”, destacou a presidente do CMDDPI, Tânia Maltez.

Serão debatidos quatro eixos: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas (Saúde, Assistência Social, Previdência, Moradia, Transporte, Cultura e Lazer); Educação: assegurando direitos de emancipação humana; enfrentamento da violação dos direitos humanos da pessoa idosa e Os Conselhos de Direitos: Seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.  Eles serão analisados por grupos, que serão definidos no dia, para que então sejam elaboradas as propostas que serão aprovadas pela plenária e encaminhadas para a Conferência Estadual. Ainda durante a Conferência, os membros irão eleger um delegado para representar o município na Conferência Estadual em julho.

Segundo a Coordenadora da Casa dos Conselhos e Comissões, Maria da Penha Rodrigues de Veras, a conferência é o espaço que a sociedade civil e o poder público conseguem juntos apresentar novas ações. “ O resultado da Conferência poder levar propostas para a Conferência Nacional, é um importante momento de discutir e organizar as políticas públicas do município”, finalizou.



Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior