Edição anterior (1559):
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Ed. 1559:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1559): sábado, 16 de fevereiro de 2019

Ed.1559:

Compartilhe:

Voltar:


  Ambiente

Unidades de conservação estaduais em Petrópolis terão Cadastro Ambiental Rural (CAR)

A iniciativa é do Instituto Estadual do Ambiente com apoio da Prefeitura de Petrópolis

Com 768 produtores rurais, Petrópolis concentra parte desses produtores em áreas próximas a reservas ambientais e essa parte da população deve ficar atenta: o Instituto Estadual do Ambiente – Inea -, através da Gerência do Serviço Florestal (GESEF), iniciou o Projeto “CAR nas UCs”. O projeto, que conta com o apoio da prefeitura através do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico consiste na elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR) dos imóveis rurais localizados no interior e na zona de amortecimento das Unidades de Conservação (UCs) Estaduais.

Financiado com recursos da Câmara de Compensação Ambiental (CCA), operado pelo Fundo Brasileiro para Biodiversidade (FUNBIO) e executado pela empresa Ambientagro Engenharia, o CAR é um registro público obrigatório para todos os imóveis rurais e tem a finalidade de reunir as informações ambientais das propriedades e posses rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento.

Esse cadastro é o primeiro passo para a obtenção da regularidade ambiental do imóvel, sendo as informações cadastradas, recebidas, integradas e gerenciadas pelo Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SICAR).

“É importante que os produtores recebam a equipe do CAR e repasse os dados das propriedades para a composição do Cadastro Ambiental Rural. A inscrição do imóvel é uma obrigação legal e também garante vantagens aos donos das propriedades como a comprovação de regularidade ambiental”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O CAR também é um facilitador para o acesso ao crédito agrícola e funciona como instrumento para planejamento do imóvel rural e acesso ao Programa de Regularização Ambiental (PRA).

“O nosso objetivo é facilitar a vida daqueles que dependem da produção rural para que tenham a certificação de posse e possam, ainda, encontrar facilidades para conseguir crédito agrícola”, afirmou o diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares.

Em Petrópolis as visitas ocorrem na região da Reserva Biológica de Araras.Os atendimentos estão sendo realizados mediante o prévio agendamento pelo telefone (24) 98155-7502. Além da execução dos CAR, a equipe do projeto realizará palestras de esclarecimentos sobre o tema e a capacitação de agentes públicos e privados, visando ampliar a rede de atendimento aos proprietários e posseiros de imóveis rurais.

As Unidades de Conservação contempladas com o Cadastro Ambiental Rural são: Parque Estadual Cunhambebe; Área de Proteção Ambiental de Mangaratiba; Parque Estadual do Desengano; Parque Estadual da Lagoa do Açu; Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba; Parque Estadual da Pedra Branca; Parque Estadual do Mendanha; Área de Proteção Ambiental do Mendanha; Parque Estadual dos Três Picos; Reserva Biológica de Araras; Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio Macacu; Área de Proteção Ambiental de Macaé de Cima; Refúgio da Vida Silvestre do Médio Paraíba e Parque Estadual da Serra da Concórdia.

Em caso de dúvidas, os produtores também podem entrar em contato através do e-mail:car.gesef.inea@gmail. com ouambientagrorio@ambientagro. com.br ou, ainda, através dos telefones: Inea – Gerência do Serviço Florestal (GESEF), pelo telefone: (21) 2332-5521 e Ambientagro Engenharia, pelo telefone: (21) 99594-1654 e (24) 98155-7502.



Edição anterior (1559):
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Ed. 1559:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1559): sábado, 16 de fevereiro de 2019

Ed.1559:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior