Edição anterior (1790):
sábado, 05 de outubro de 2019
Ed. 1790:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1790): sábado, 05 de outubro de 2019

Ed.1790:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Venda de veículos novos em Petrópolis já tem acumulado de 19,8%

Dados do Detran são referentes ao acumulado de janeiro a agosto; mercado automobilístico nacional também está em alta

Wellington Daniel, com informações da Agência Brasil


 O mercado automobilístico nacional está aquecido e Petrópolis também tem sentido esta alta. Dados do Detran apontam que o acumulado de primeiras licenças – veículos novos – entre janeiro e agosto deste ano foi de 3.335 registros, um aumento de 19,8% em comparação ao mesmo período do ano passado. Até ontem (04), o órgão ainda não tinha liberado os números de setembro.

Enquanto o número de primeiras licenças teve este aumento, as transferências de propriedade caíram 7,2% no mesmo período. Foi de 16.334 para 15.159. O número total de veículos, comparando agosto de 2018 com o mesmo mês deste ano teve acrescimento de 3% na cidade, fechando em 174.957 veículos.

Nacionalmente, o acumulado de janeiro a setembro na venda de novos cresceu 11,4% comparado ao mesmo período de 2018, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram 2,9 milhões de unidades vendidas contra 2,6 milhões em 2019.

Para a gerente de vendas da concessionária Besouro, montadora Ford, as melhoras são consequências do bom cenário econômico nacional. Ela afirma que promoções e ações especiais tem rendido bons resultados.

- Sentimos uma melhora em setembro e também nestes primeiros dias de outubro. Cerca de 10% comparando ao ano passado. Acredito que o andamento das reformas, como da Previdência e Fiscal, tem beneficiado o cenário econômico e movimentado o mercado. Também contribuem as promoções, ações especiais e vendas direto da fábrica, que já estão em torno de 40% - afirmou.

Ainda dentro dos números nacionais, o mês de setembro apresentou crescimento de 12,48% em relação ao mesmo mês do ano passado. Porém, houve queda em relação a agosto: 2,91%, ainda de acordo com a Fenabrave. O presidente da Federação, Alarico Assumpção Júnior, acredita que a leve retração foi consequência de um dia útil a menos.

- O mercado continua estável, mas ainda em clima de espera, principalmente, por conta da realização das reformas necessárias, como notamos nos últimos meses. A leve retração, observada no mês de setembro, foi consequência de um dia útil a menos de vendas (21 dias em setembro, contra 22 dias úteis em agosto). Assim, ao consideramos o desempenho do mercado, em dias úteis, as vendas cresceram 1,9% - disse o executivo à Agência Brasil.



Edição anterior (1790):
sábado, 05 de outubro de 2019
Ed. 1790:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1790): sábado, 05 de outubro de 2019

Ed.1790:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior