Edição anterior (2200):
quarta-feira, 18 de novembro de 2020
Ed. 2200:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2200): quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Ed.2200:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Vereadores eleitos falam sobre expectativa para próximo mandato

Ao Diário, novos legisladores falaram sobre projetos e reação ao descobrir sobre a eleição

Wellington Daniel


 No último domingo (15), a população escolheu os 15 novos vereadores, que assumirão para o período entre 2021 e 2024. Como mostrado na edição de ontem (17), neste ano, a Câmara Municipal teve uma renovação: da atual formação, apenas quatro vereadores se reelegeram. Há, ainda, três que já passaram pela Casa, mas não fazem mais parte do quadro de parlamentares hoje.

Também na edição de ontem (17), o Diário ouviu a cinco eleitos: Domingos Protetor (PSC), Gilda Beatriz (PSD), Hingo Hammes (DEM), Jornalista Eduardo do Blog (Republicanos) e Marcelo Chitão (PL). Para hoje (18), a reportagem conversou com Fred Procópio (PL), Júnior Coruja (PSD), Júnior Paixão (DC), Marcelo Lessa (Solidariedade), Octavio Sampaio (PSL), Paulo Igor (DC) e Yuri Moura (PSOL).

A reportagem também tentou contato com Dr. Mauro Peralta (PRTB), Dudu (MDB) e Ronaldo Ramos (PSB). Porém, até o fechamento, estes candidatos não responderam as nossas solicitações.

Yuri Moura foi o vereador eleito mais votado, com 3.742 votos. O candidato diz que pretende chamar as pessoas para participar da Câmara. Para aumentar essa interatividade, pretende lançar um aplicativo onde os eleitores poderão opinar em como deve ser a votação dele nos projetos. Para ele, o resultado é fruto do trabalho que vem realizando, em áreas de moradia, educação, transportes e funcionalismo público.

- A eleição municipal traz uma discussão que é muito urgente. É o lugar onde você mora, a fila da saúde, a falta de vaga na creche. Ela traz o debate de política pública e sai um pouco dessa coisa abstrata nacional, de quem está de um lado ou de outro. É uma política mais próxima, do lugar de convívio. É uma possibilidade de quem já tem um trabalho prestado e está lutando aí pelas causas, de ter um certo destaque – disse.

Fred Procópio foi suplente no período legislativo de 2017 a 2020. Chegou a assumir uma cadeira de vereador por um certo tempo e, após o retorno do titular, foi para a Secretaria do Meio Ambiente. Para ele, foi o trabalho na pasta que auxiliou no bom resultado. A expectativa é que, com a renovação da Câmara, tenha parcerias para aprovar os projetos, voltados para desburocratizações.

- Com relação ao resultado, consolidei a votação e cresci um pouco, num momento que todo mundo caiu muito. A votação foi muito diluída em virtude da quantidade de candidatos. Fiquei muito satisfeito de ser o mais votado do partido, fizemos dois vereadores. Passar de 2 mil votos é uma marca importante para mim, ainda não tinha atingido isso – afirmou.

Júnior Coruja agradeceu os votos recebidos e disse que sabia que não seria uma eleição fácil. Sentiu nervosismo na espera pelo resultado e, ao receber, se sentiu feliz e honrado por poder continuar ajudando. Ele diz que estará lutando pelos interesses da população e pretende fazer um mandato para toda a cidade.

- Senti um misto de nervosismo e ansiedade pela demora da apuração e, ao constatar que havia sido eleito, me senti muito feliz e honrado em poder continuar ajudando, como faço há cerca de 16 anos. Agora contando com mais uma importante ferramenta. Estarei lutando incansavelmente para representar os interesses da população perante o poder público. Deste modo, meu gabinete estará aberto a todos, onde irei legislar por toda Petrópolis – afirmou.

Junior Paixão também disse que ficou feliz pelo reconhecimento da população pelo trabalho. O vereador eleito conta que trabalhou durante três anos a frente de coordenarias regionais. Quanto aos projetos que terão prioridades, disse que tem que aguardar quem será o novo prefeito.

- Fiquei muito feliz pelo reconhecimento da população no meu trabalho. Apesar de todos os momentos conturbados que vivemos na política, a minha eleição mostra que ainda podemos sonhar com uma política limpa. Gostaria de ressaltar que foi minha primeira candidatura – afirmou.

Marcelo Lessa também foi suplente entre 2017 e 2020, chegando a assumir uma vaga na Câmara por um período. Agora, retornará como vereador eleito e diz que acredita que o povo aprovou o seu trabalho. O parlamentar diz que continuará a fiscalizar e lutar por saúde e educação de qualidade, bem como uma boa malha viária, uma de suas marcas.

- Eu recebi muito bem e sabendo que estou fazendo as coisas certas. O período em que estive lá, de um ano e três meses, me consolidou muito e me deu força para chegar de cabeça erguida e o povo acreditando no meu trabalho, me dando oportunidade. Ou seja, acreditando naquele Marcelo Lessa que lutou, mesmo não estando como vereador. A expectativa é de trabalhar muito e fazer a função do vereador – disse.

Octavio Sampaio agradeceu aos amigos e voluntários da campanha, bem como os eleitos e a Deus, “acima de tudo”. Ele diz que pretende ter um mandato propositivo, com dinamização do ambiente de negócios e segurança institucional, com o lema “deixe o petropolitano em paz, deixe o petropolitano trabalhar”. Além disso, acredita que a Câmara deva ser independente e autônoma, sempre com fiscalizações.

- Minha expectativa é de um mandato muito propositivo, muito transparente e muito participativo. Fui eleito pelo meu posicionamento ideológico e minhas ações na defesa dos valores da Direita. Meu eleitor me conhece e sabe quem eu sou, o que penso e quais são os meus valores. Ou seja, família, patriotismo, fé, liberdades individuais e democracia – afirmou.

Paulo Igor disse que recebeu a notícia da eleição com alegria e gratidão e que continuará o trabalho iniciado em 2009. Para ele, os problemas com a justiça, que considera medidas excessivas, o interromperam e o novo mandato é o voto de confiança de quem o conhece. Para as expectativas, disse que também aguarda a definição do novo governo, mas se manterá acessível a população.

- A prioridade nesse momento precisa ser a retomada da geração de empregos. Antes da pandemia, Petrópolis vivia um momento positivo comparado à situação do país, o mundo sofreu uma crise nas oportunidades de emprego. Precisamos trabalhar o reaquecimento da economia além do foco da atração de novas empresas – disse.



Edição anterior (2200):
quarta-feira, 18 de novembro de 2020
Ed. 2200:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2200): quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Ed.2200:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior