Edição anterior (2090):
sexta-feira, 31 de julho de 2020
Ed. 2090:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2090): sexta-feira, 31 de julho de 2020

Ed.2090:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Vida Militar
... e outros assuntos

 Eng. Mil. Jorge da Rocha Santos
amirp.petropolis@gmail.com

 

ANIVERSARIANTES AMIRP – Julho: dia 31 -  Maria Zuleika Maranhão Pinto. Agosto: dia  2 -  Edna dos Santos Clavery;  dia 4 -  Hellenice Barboza , de Mattos, 04 – Telmo José Victor de Santana; dia 5 -  Maria de Lourdes C. de Araújo Gantzel,  Eliana Coelho,  Carlos Henrique de Oliveira; dia 6 -  Esrom Corrêa Huguenim,  Marilda da Cruz Loureiro,  Tiago Royer.  A Coluna Vida Militar e a AMIRP parabenizam a todos desejando saúde e felicidades. (foto 2 - aniversariantes amirp)

 

 

EXÉRCITO TRANSPORTOU MEDICAMENTOS DO URUGUAI PARA O BRASIL (Correio do Povo, Porto Alegre, 24 de julho - Luciamem Winck) - O Exército, por meio de unidades militares do Comando Militar do Sul, apoiou, na sexta-feira, 17 de julho, no desembaraço alfandegário, armazenamento e transporte de medicamentos (neurobloqueadores, analgésicos e sedativos) indispensáveis no tratamento de pacientes que estão em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), na maioria em decorrência da Covid-19. A carga de medicamentos, totalizando mais de 500 mil unidades, foi transportada durante a madrugada de Montevidéu a Rio Branco, no Uruguai, até a fronteira com Jaguarão, RS. Os medicamentos foram recebidos e encaminhados ao Porto Seco de Jaguarão, onde ocorreu o desembaraço alfandegário e, em seguida, foram escoltados pelo Exército até Porto Alegre e Florianópolis, em apoio ao Ministério da Saúde. A carga continha os seguintes tipos de medicamentos com as respectivas quantidades: Propofol 10mg (20ml) 20.080 unidades; Propofol 1% ( 20ml) 17.787 unidades; Propofol 1% ( 50ml); 1.000 unidades; Priaxim 4.000 unidades. A carga transportada nos caminhões do Exército totaliza mais de 55 mil unidades de medicamentos. Foram empregadas 10 viaturas e 20 militares do 12° Regimento de Cavalaria Mecanizado (Jaguarão),  3° Batalhão de Suprimento ( Nova Santa Rita), 9° Batalhão de Infantaria Motorizado (Pelotas) e do 3° Batalhão de Polícia do Exercito (Porto Alegre) na operação. (foto 3 – Exército transporta)

 

 
 ESPIRADOR PULMONAR DE BAIXO CUSTO (Noticiário do Exército, 59º BIMtz – 2 de julho de 2020) - Maceió (AL), um grupo de pesquisadores voluntários de Alagoas, coordenado pelo 1° Sargento do Exército Brasileiro Rodrigo Costa dos Santos, matemático e possuidor projetos nas áreas da engenharia química e da engenharia mecânica,  concluiu um protótipo de respirador pulmonar de baixo custo, uma alternativa aos caros equipamentos de saúde usados nos casos graves da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Além do Sargento Rodrigo, a equipe é composta pelo engenheiro eletricista, empresário e consultor técnico Thiago Sandes; pelo engenheiro mecatrônico Cleberson Machado; pelo aluno do 7º período do curso de engenharia mecatrônica do Centro Universitário Tiradentes, Bruno Martinelle; e por Wylken Machado, graduado em ciências da computação e mestre em modelagem computacional pela Universidade Federal de Alagoas. A iniciativa de produzir o respirador mecânico partiu do Sargento Rodrigo. O “Respiral 2.0”, como foi batizado pelos pesquisadores voluntários, tem seus insumos em torno R$ 6.500,00, valor bem abaixo de um respirador convencional, que era comercializado a R$ 60 mil antes da crise de saúde. Com o protótipo pronto, a equipe pretende doar para as Forças Armadas e/ou fábricas de produtos hospitalares que tenham intuitos filantrópicos, dando suporte principalmente a hospitais públicos e hospitais militares neste momento tão delicado. No desenvolvimento do primeiro protótipo, a equipe também contou com Ícaro Santos, aluno de mecatrônica; com o professor Edison Camilo de Moraes Júnior, do Instituto Federal de Alagoas (IFAL) e mestre em engenharia da produção; e com Adriano Nunes, médico e jurista. (foto  – respirador)

 

 

PETROPOLITANO POR ESCOLHA ASCENDE A GENERAL DE TRÊS ESTRELAS (Cel. Eng. Mil José Antônio S. Bordeira) - O Exército promove hoje, 31 de julho, ao posto de General de Divisão o General de Brigada Marcelo Arantes Guédon, petropolitano por escolha de sua família que chegou à Cidade Imperial em 1974, quando ele contava onze anos de idade. Cursou o primeiro e segundo graus no Colégio de Aplicação da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e no Colégio Werneck.  Iniciou o curso de Engenharia na UCP, porém dele declinou de prosseguir e matriculou-se, em 1982, no Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) no então do 32º BIMtz,  atual 32º BIL de Montanha, concluindo como primeiro colocado em sua turma de vinte aspirantes. Foi a primeira experiência militar de Marcelo, onde certificou-se de sua vocação para a carreira.

 Tal convicção o levou a estudar com afinco e lograr ser aprovado em concurso público para ingresso na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) em 1984.  Foram quatro anos de muito estudo, dedicação e esforço nos preparos acadêmico e militar. Em dezembro de 1987, foi declarado Aspirante a Oficial da Arma de Engenharia.  Em sua continuada formação militar, o Gen. Guédon realizou os cursos: de Mergulhador Autônomo na Marinha do Brasil; da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, onde, posteriormente, foi instrutor; de Supervisor de Operações de Desminagem/Junta Interamericana de Defesa; e o da Escola de Comando e Estado-Maior. Realizou missões no estrangeiro onde se destacam: em Honduras, Missão de Assistência para Remoção de Minas na América Central; na Argentina, realizou o Mestrado em Defesa Nacional na Escola de Defesa Nacional da República Argentina e, no Paraguai, foi Assessor da Cooperação Militar Brasileira. Em sua exitosa trajetória militar, foi instrutor na AMAN e Oficial de Estado-Maior do 1º Grupamento de Engenharia (João Pessoa - PB). Comandou o 2º Batalhão de Engenharia de Construção (Teresina - PI); o Destacamento de Guarulhos (SP); o 3º Grupamento de Engenharia (Campo Grande – MS); e o 1º Grupamento de Engenharia (João Pessoa – PB). Em 31 de março de 2017 foi promovido a General de Brigada. Nesse posto foi comandante do Centro de Coordenação de Operações do Comando Militar do Nordeste, do 1º Grupamento de Engenharia e Diretor de Obras Militares, nesta função, promovido ao atual posto. Constata-se uma vida profissional dedicada inteiramente ao serviço do Exército e ao seu país. Rendemos nossas melhores homenagens ao Gen. Guédon e, especialmente, as estendemos a seus familiares: seus pais, Sra. Lúcia Arantes Guédon e Sr. Philippe Guédon; sua esposa, Sra. Mônica Grion de Almeida Guédon e seus filhos Pedro e Júlia; e aos seus irmãos e familiares. Todos, certamente, muito orgulhosos pela brilhante carreira do Gen. Guédon.  (foto  5 - Gen. Guédon)

 

“O luxo não estimula o homem para a virtude, mas sufoca nele todos os sentimentos bons.” (Frederico, O Grande)

 



Edição anterior (2090):
sexta-feira, 31 de julho de 2020
Ed. 2090:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2090): sexta-feira, 31 de julho de 2020

Ed.2090:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior