Edição anterior (2512):
sexta-feira, 24 de setembro de 2021
Ed. 2512:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2512): sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Ed.2512:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Vida Militar
... e outros assuntos

 Eng. Mil. Jorge da Rocha Santos
amirp.petropolis@gmail.com

 

 

ANIVERSARIANTES AMIRP – dia 24 -  Sergio Hamberger; dia 25 - René Justen,  Helena Villar Marques de Almeida; dia 26 -  Orlando Simas,  Leila Pio dos Santos Oliveira Penna,  Claudia S. da Costa Frias Schiffler; dia 27-Marcia Tarsitano Passos,  Joelice Acosta Notaroberto,  Giovanna Iamada Mantovani; dia 28 -  Varly da Graça da Silva Mesquita; dia 29 -  Álvaro Vieira,  Syley Lopes Barbosa Mauler; dia 30 - Kleber Aldamir Brand Junior,  Zilda Gomes Fiúza,  Terezinha Campelo Corrêa Netto.  A Coluna Vida Militar e a AMIRP parabenizam a todos desejando saúde e felicidades. 

 

 

  
“NOSSO BATALHÃO” NA “OPERAÇÃO ACOLHIDA” (Seção de Relações Públicas 32º BIL, Petrópolis, RJ) – No dia 3 de setembro de 2021, oito militares, oficiais e sargentos, pertencentes ao 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha, “Batalhão Dom Pedro II”, passaram a integrar o 12º Contingente da Força Tarefa Logística Humanitária, com o objetivo de participarem da “Operação Acolhida”, em apoio e assistência humanitária aos imigrantes oriundos da Venezuela, no estado de Roraima. (Nota de Vida Militar: A “Operação Acolhida” é uma operação  deflagrada pelo Exército Brasileiro atuando no Estado de Roraima desde fevereiro de 2018 visando proteger os venezuelanos que atravessam a fronteira, prestando auxílio humanitário para esses imigrantes em situação de vulnerabilidade, refugiados da crise política, institucional e socioeconômica que acomete a Venezuela. Ela envolve 12 ministérios, além de 120 agências nacionais e internacionais)

 

 

SETEMBRO FERROVIÁRIO (Cel. Eng. Mil. José Antonio S. Bordeira. Fonte: Site Ministério da Infraestrutura acesso em 11-09-2021). Diante da lamentável crise institucional que o país atravessa, presenciamos demonstrações cívicas ocorridas, em absoluta ordem, no Dia da Pátria. A multidão que acorreu às ruas mostrou, de forma inequívoca, sua preocupação e desagrado com a crise instalada entre os três poderes da República.  A crise demonstra que há contendores que não se importam com o futuro do país para as próximas gerações e, claramente, impedem e dificultam as ações de governabilidade.

Ainda assim, podemos constatar que setores do governo trabalham arduamente em proveito da nação. O Ministério da Infraestrutura é um deles. Além da Semana da Pátria, este mês de setembro ficará marcado pelo impulso na ampliação da malha ferroviária nacional.  O Setembro Ferroviário iniciou-se no dia 2 de setembro com a solenidade no Palácio do Planalto para o lançamento do Programa Pró-Trilhos, conforme disposto na MP 1065/2021 - o Marco Legal das Ferrovias. Durante a cerimônia, foram assinados requerimentos para autorização de construção de 10 trechos de ferrovias pela iniciativa privada. Quando autorizadas, as obras contratadas implantarão mais 3.300 quilômetros à malha ferroviária e beneficiarão nove estados do país: Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí e São Paulo. No dia 3, em Tanhaçu (BA), com a presença do Presidente Jair Bolsonaro e do Ministro Tarcísio G. de Freitas, foi assinado  o contrato para a concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), em seu trecho 1, entre Ilhéus e Caetité, com a Bahia Mineração S/A (Bamin), por um período de 35 anos.  Esse trecho de 537 quilômetros já se encontra com 75% das obras concluídas. O governo prossegue com o trabalho no trecho de 485 quilômetros entre Caetité e Barreiras (FIOL  2) com as participações do 4° Batalhão Ferroviário e do 2º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército. O trecho final (FIOL 3), de Barreiras a Figueirópolis (TO) aguarda licença de instalação para o início das obras. Quando concluído esse último trecho, teremos a ligação dos 1.527 quilômetros, desde Ilhéus (BA) entroncando-se com a Ferrovia Norte -Sul, em Figueirópolis (TO). No dia 8, em São Paulo, foi assinado o termo aditivo ao contrato de concessão do Aeroporto Internacional de Guarulhos, possibilitando a execução da obra que conectará os terminais de passageiros do aeroporto à estação da Linha 13-Jade, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.  No dia 17 de setembro, o Ministro da Infraestrutura esteve em Mara Rosa (GO) assistindo à instalação do canteiro de obras da Vale do Rio Doce para a construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO). O trabalho precede o início das obras no trecho até Água Boa, no Mato Grosso. O mês de setembro de 2021 deixará uma marca significativa na história da infraestrutura do Brasil. 

 

 

ÍNDICE DE CONFIANÇA NAS INSTITUIÇÕES 2021 - FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS (Cel. Eng. Mil. Jorge da Rocha Santos – Fonte: Relatório ICJBrasil 2021, Fundação Getúlio Vargas) – “Retratar a confiança do cidadão em uma instituição significa identificar se o cidadão acredita que essa instituição cumpre a sua função com qualidade, se faz isso de forma que os benefícios de sua atuação sejam maiores que os seus custos e se essa instituição é levada em consideração no dia a dia do cidadão comum. Os dados apresentados correspondem às coletas realizadas entre novembro de 2020 e janeiro de 2021”.  (Nota de Vida Militar: o Relatório de Índice de Confiança nas Instituições é elaborado, nos anos ímpares, pela Fundação Getúlio Vargas, desde 2011. Em todos os Relatórios, as Forças Armadas do Brasil figuram em primeiro lugar na confiança dos cidadãos.) 

 

 

 

 

SANTOS MILITARES - SÃO MIGUEL ARCANJO (Cel. Eng. Mil. Jorge da Rocha Santos) – No dia vinte e nove de setembro, o catolicismo, o islamismo, o judaísmo e a umbanda comemoram o dia de São Miguel Arcanjo. Embora tenham ritos diferentes, todas essas religiões veem essa figura como um dos mais importantes anjos guerreiros de Deus, sendo também chamado de “Anjo da Justiça”. Trata-se de uma homenagem a um dos sete espíritos puros de Deus. São Miguel, o "anjo do arrependimento e da justiça", é um arcanjo, ou seja, um anjo da mais alta ordem nas doutrinas religiosas judaicas, cristãs e islâmicas. No cristianismo, católicos, anglicanos e luteranos se referem a ele como São Miguel Arcanjo ou simplesmente como São Miguel; os ortodoxos se referem a ele como Arcanjo Miguel.  É sincretizado nas religiões afro-brasileiras com o orixá Exu. Em Pernambuco, é sincretizado com o orixá Oxóssi. Em hebraico, Miguel significa "aquele que é similar a Deus", o que é tradicionalmente interpretado como uma pergunta retórica: "Quem como Deus?" (em latim: Quis ut Deus?), para a qual se espera a resposta negativa "ninguém é como Deus”. Assim, São Miguel é reinterpretado como um símbolo de humildade perante Deus. Em Apocalipse 12:7-9, São Miguel lidera os exércitos de Deus contra as forças de Satã  e os derrota durante a guerra no céu. São Miguel é o patrono dos paraquedistas militares. (foto 6 – São Miguel)

 

“A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos.” (Miguel de Cervantes)



Edição anterior (2512):
sexta-feira, 24 de setembro de 2021
Ed. 2512:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2512): sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Ed.2512:

Compartilhe:

Voltar:

Veja também: