Edição anterior (1312):
quinta-feira, 14 de junho de 2018
Ed. 1312:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1312): quinta-feira, 14 de junho de 2018

Ed.1312:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Vital Brazil vai distribuir medicamentos oncológicos

Remédios serão utilizados para diferentes tumores

O Instituto Vital Brazil (IVB), órgão de Ciência e Tecnologia ligado à Secretaria de Saúde, assinou um Termo de Compromisso com o Ministério da Saúde para produzir quatro medicamentos oncológicos: Capecitabina, Dasatinibe, Erlotinibe e Hidroxiureia. O ato faz parte do programa Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP), uma forma de estimular a independência produtiva e tecnológica em relação aos importados, a nacionalização da tecnologia de produção e a redução de custos em medicamentos que precisam ser subsidiados pelo Governo Federal à população.

De acordo com os cálculos do IVB, ainda este ano já chegará ao Ministério da Saúde o Hidroxiureia. Para o próximo ano, será concluída a produção de Capecitabina e, em 2020, será a vez dos medicamentos Erlotinibe e Dasatinibe.

Edimilson Migowski, presidente do Instituto Vital Brazil, explica que essas novas PDPs significam um aumento importante no Portfólio de Oncológicos da instituição, e ressalta que esses medicamentos serão utilizados para diferentes tumores. O desenvolvimento de cada medicamento passa por diversas fases, e há instituições parceiras nesse processo.

– O governo federal faz uma lista de medicamentos que tem interesse em comprar para distribuir via SUS (Sistema Único de Saúde). Nas PDPs, prevê-se que, ao longo de cinco anos, o instituto se capacite desde o controle de qualidade do medicamento até embalagens, aprendendo ao longo desse tempo a fabricar o medicamento. Podemos, por exemplo, fazer num laboratório parceiro que tenha a estrutura, utilizando nossos profissionais que sabem fazer determinado medicamento. Temos parcerias com universidades – explicou Migowski.

Soros

Alguns produtos de saúde pública produzidos pelo IVB são singulares, como alguns soros contra venenos de animais peçonhentos. O da aranha viúva negra, por exemplo, é único.

O soro para tratar picada de abelha está em pesquisa clínica e é o primeiro no mundo que não é voltado especificamente para alérgicos, e sim, para os que sofrem muitas picadas ao mesmo tempo.

Em 2019, o Vital Brazil completará 100 anos, e será homenageado, assim como o cientista que o fundou, no Carnaval. A Escola de Samba Combinado do Amor, de Niterói, vai homenagear a instituição e Vital Brazil.



Edição anterior (1312):
quinta-feira, 14 de junho de 2018
Ed. 1312:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1312): quinta-feira, 14 de junho de 2018

Ed.1312:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior